Posso ao menos sorrir…

Reflexões Diárias

Não nos esqueçamos da promessa de Jesus Eis que estarei convosco até o fim dos tempos

Índice: Voltar ao índice das reflexões

Preciso muito de sua ajuda para continuar a manter o site no ar!
Doação: Ajude a evangelizar. Clique aqui para doar qualquer valor.


Santa Teresa diz que é preciso alimentar o amor.

A lenha não se encontra ao nosso alcance quando estamos nas trevas, na aridez, mas não estaremos obrigados a lançar ao menos umas palhinhas?

Jesus é suficientemente poderoso para conservar sozinho o fogo, todavia fica contente por nos ver alimentá-lo, é uma delicadeza que lhe agrada e então lança ele no fogo muita lenha.

Nós não o vemos, mas sentimos a força e o calor do amor. Tenho feito a experiência.

Quando não sinto nada, quando não sou capaz de rezar, de praticar a virtude, é esse o momento de procurar pequenas ocasiões, pequenos nada que dão mais prazer a Jesus que o império do mundo, mais do que o martírio sofrido heroicamente.

Por exemplo, um sorriso, uma palavra amável quando teria vontade de não dizer nada ou de mostrar um ar aborrecido…"

O texto está mais do que claro: Quando achamos que não temos nada a oferecer, quando achamos que nossas forças estão enfraquecidas, quando entendemos que nossa oração é vazia e fraca, aí Jesus se rejubila.

É aí que Ele se manifesta em nós, dando-nos a força que pensávamos ter sido extinguida.

Façamos um breve exercício de reflexão, e veremos quanto Jesus se faz presente nesses momentos.

Não nos esqueçamos da promessa de Jesus "Eis que estarei convosco até o fim dos tempos