140. Para falar de saúde

Objetivo: Perceber a importância da sáude, campanha da fraternidade

Apresentar duas rosas (ou outra flor) aos catequizandos, uma murcha, despetalando e outra bonita, cheia de vida, saudável.

- Estas duas flores, nos mostram a doença e a saúde. Para vocês o que é saúde? ( as respostas vão girar
em torno de: não ter doença, dor, estar forte etc).

- Completar o conceito de saúde que vai além da ausência de doenças:

- "Saúde é um processo harmonioso de bem estar físico, psíquico, social e espiritual, e não apenas a ausência de doença, processo que capacita o ser humano a cumprir a missão que Deus lhe destinou, de acordo com a etapa e a condição de vida em que se encontre.".

- "A vida saudável requer harmonia entre corpo e espírito, entre pessoa e ambiente, entre personalidade e responsabilidade".

- Se fôssemos escolher uma destas flores para oferecer a alguém, qual seria? A bonita, claro! Não oferecemos aquilo que julgamos que não agrada. Não nos doamos, se não gostamos de nós mesmos.

- Deus criou o homem e a mulher à sua imagem, deu-nos dignidade de filhos, de pessoa humana com capacidade de amar. É ponto de partida para amar, descobrir o próprio valor, viver a dignidade e proclamá-la a toda pessoa. Esta é a força capaz de estabelecer relacionamentos fraternos, solidários, que a CF nos propõe. Ela quer suscitar o espírito fraterno e comunitário das pessoas na atenção aos enfermos e mobilizar por melhorias no sistema público de saúde.