Liturgia Diária

Eu o conheço porque venho de junto dele e ele me enviou

No Evangelho de João, é insistente o testemunho de Jesus de que ele desceu do céu, enviado pelo Pai.
Liturgia diária - A vinda do Messias - Jo 7,1-2.10.25-30
Home Liturgia DiáriaLiturgia 2024 Ano B Eu o conheço porque venho de junto dele e ele me enviou

4ª Semana da Quaresma – Ano Litúrgico – B

Liturgia do dia 15 de março de 2024

ORAÇÃO DO DIA Pai, minha vida está colocada em tuas mãos, pois tu és o Senhor do meu destino. Movido por esta certeza, dá-me a graça de testemunhar, com coragem, o teu Reino.

PRIMEIRA LEITURA: Sb 2,1a.12-22

Leitura do Livro do Êxodo.

Naqueles dias, o Senhor falou a Moisés: “Vai, desce, pois corrompeu-se o teu povo, que tiraste da terra do Egito. Bem depressa desviaram-se do caminho que lhes prescrevi. Fizeram para si um bezerro de metal fundido, inclinaram-se em adoração diante dele e ofereceram-lhe sacrifícios, dizendo: ‘Estes são os teus deuses, Israel, que te fizeram sair do Egito!’”

E o Senhor disse ainda a Moisés: “Vejo que este é um povo de cabeça dura. 10 Deixa que minha cólera se inflame contra eles e que eu os extermine. Mas de ti farei uma grande nação”. 11 Moisés, porém, suplicava ao Senhor seu Deus, dizendo: “Por que, ó Senhor, se inflama a tua cólera contra teu povo, que fizeste sair do Egito com grande poder e mão forte? 12 Não permitais, te peço, que os egípcios digam: ‘Foi com má intenção que ele os tirou, para fazê-los perecer nas montanhas e exterminá-los da face da terra’. Aplaque-se a tua ira e perdoa a iniquidade do teu povo.

13 Lembra-te de teus servos Abraão, Isaac e Israel, com os quais te comprometeste por juramento, dizendo: ‘Tornarei os vossos descendentes tão numerosos quanto as estrelas do céu; e toda esta terra de que vos falei, eu a darei aos vossos descendentes como herança para sempre”’. 14 E o Senhor desistiu do mal que havia ameaçado fazer a seu povo.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO 34(33)

— Lembrai-vos de nós, ó Senhor, segundo o amor para com vosso povo!

— Lembrai-vos de nós, ó Senhor, segundo o amor para com vosso povo!

— Construíram um bezerro no Horeb e adoraram uma estátua de metal; eles trocaram o seu Deus, que é sua glória, pela imagem de um boi que come feno.

— Esqueceram-se do Deus que os salvara, que fizera maravilhas no Egito; no país de Cam fez tantas obras admiráveis, no Mar Vermelho, tantas coisas assombrosas.

— Até pensava em acabar com sua raça, se não tivesse Moisés, o seu eleito, interposto, intercedendo junto a ele, para impedir que sua ira os destruísse.

EVANGELHO: Jo 7,1-2.10.25-30

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos judeus: 31 “Se eu der testemunho de mim mesmo, meu testemunho não vale. 32 Mas há um outro que dá testemunho de mim, e eu sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro.

33 Vós mandastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade. 34 Eu, porém, não dependo do testemunho de um ser humano. Mas falo assim para a vossa salvação. 35 João era uma lâmpada que estava acesa e a brilhar, e vós com prazer vos alegrastes por um tempo com sua luz.

36 Mas eu tenho um testemunho maior que o de João; as obras que o Pai me concedeu realizar. As obras que eu faço dão testemunho de mim, mostrando que o Pai me enviou. 37 E também o Pai que me enviou dá testemunho a meu favor. Vós nunca ouvistes sua voz, nem vistes sua face, 38 e sua palavra não encontrou morada em vós, pois não acreditais naquele que ele enviou.

39 Vós examinais as Escrituras, pensando que nelas possuís a vida eterna. No entanto, as Escrituras dão testemunho de mim, 40 mas não quereis vir a mim para ter a vida eterna! 41 Eu não recebo a glória que vem dos homens. 42 Mas eu sei que não tendes em vós o amor de Deus. 43 Eu vim em nome do meu Pai, e vós não me recebeis. Mas, se um outro viesse em seu próprio nome, a este vós o receberíeis.

44 Como podereis acreditar, vós que recebeis glória uns dos outros e não buscais a glória que vem do único Deus? 45 Não penseis que eu vos acusarei diante do Pai. Há alguém que vos acusa: Moisés, no qual colocais a vossa esperança. 46 Se acre­ditásseis em Moisés, também acreditaríeis em mim, pois foi a respeito de mim que ele escreveu. 47 Mas se não acreditais nos seus escritos, como acreditareis então nas minhas palavras?”

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Querem matar Jesus e sua hora se aproxima. Tudo, porém, acontecerá quando chegar a sua hora. Quem é Jesus? É o Messias esperado? O Ungido de Deus, ninguém saberá de onde vem, diziam os judeus. Sabiam de onde vinha Jesus, conheciam sua origem, era um deles. Ao menos assim pensavam, mas, na verdade, não sabiam de onde ele vinha nem quem o tinha enviado. Ele não veio por conta própria. Veio daquele que o enviou e que eles não conheciam.

Verdadeiro homem, eles o conheciam em sua humanidade, pois foi para isso que ele se encarnou. Verdadeiro Deus, só pode ser conhecido pela revelação, pelo que ele diz de si mesmo, pela interpretação que faz das Escrituras Sagradas, pela fé. Quando chegar a sua hora, tudo será novo e terá início o que é definitivo. Com ele ressuscitado, participaremos então da sua divindade. A hora, porém, ainda não chegou.

Cônego Celso Pedro da Silva

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Senhor Jesus, concede-me crer firmemente no amor que Tu me revelaste e que doaste no teu Evangelho. Faze que eu ouça cada dia a tua voz que me chama a seguir-te para sentir sempre em mim os benefícios da tua redenção. Amém.

Oração: “Ó Senhor Deus, a ti dirijo minha oração. Meu Deus, eu confio em ti. Ensina-me teus caminhos! Faz que eu os conheça bem, pois quero viver de acordo com tua verdade” (Sl 25,1-2).

Leitura (Verdade)

Somente Jesus tem o verdadeiro e pleno conhecimento de Deus, porque só Ele viveu na intimidade do Pai. Mas Ele, Jesus Cristo, o Filho de Deus, nos abre a possibilidade de nos aproximarmos do Altíssimo e de possuí-lo em profundidade, participando assim de seu infinito amor.

No Evangelho de João, é insistente o testemunho de Jesus de que ele desceu do céu, enviado pelo Pai. Nas comunidades do final do século I, permanecia ainda uma ideia equivocada sobre a pessoa de Jesus. O povo e as próprias autoridades religiosas esperavam um Messias vitorioso, capaz de dominar os inimigos.

Assim, permaneciam fechados à novidade de Deus, esperando uma manifestação divina desencarnada do humano. Jesus, porém, trabalha na contramão dessa expectativa; desperta em seus seguidores a fé na vitória sobre o pecado, o mal e tudo o que vai contra a vida, o que desconstrói o ser humano. Sem ignorar as narrativas a seu respeito, Jesus segue seu caminho, confirmando que é o enviado do Pai.

Meditação (Caminho)

Neste momento, é importante que você esteja atento/a àquilo que está meditando, pois é o Senhor quem está falando com você por meio de sua Palavra.
Conhecer, segundo Jesus, é acolher o que Deus nos diz, é dar credito a sua palavra e se esforçar para vivê-la no dia-a-dia da vida.
O que este Evangelho diz para você?

Oração (Vida)

Que acolhamos a vós, ó Pai, e vosso Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, dando testemunho diante de cada irmão, de cada irmã do vosso inefável amor…Permaneça uns instatens em silêncio deixando seu coração falar com Deus….

Se desejar ore: “Senhor, hoje queria dizer mais. Queria que a minha oração não fosse esse rumor de sempre, as mesmas palavras disparadas às pressas, entre uma coisa e outra; ou o balbucio esquivo, cheio de tudo o que eu não disse, porque não encontrei o tempo, o modo ou a verdade. Hoje queria dizer mais. Não trago intenções nem pedidos (…) Dia após dia, sinto que, mais do que tudo, preciso do teu olhar. Talvez me faltem palavras… Queria apenas colocar devagar as minhas mãos dentro das tuas. E isso, Senhor, seria a minha oração e a minha vida” 

Contemplação (Vida e Missão)

A Palavra nos chama à fidelidade com Jesus e com seu Evangelho. Qual minha atitude de vida depois desta oração? Verbalizo ou escreve meu propósito.

Bênção

Benção especial da Quaresma
– Deus Pai de misericórdia, conceda a todos, como concedeu ao filho pródigo, a alegria do retorno a casa. Amém.
– O Senhor Jesus Cristo, modelo de oração e de vida, nos guie nesta jornada quaresmal a uma verdadeira conversão. Amém.
– O Espírito de sabedoria e fortaleza nos sustente na luta contra o mal, para podermos com Cristo celebrar a vitória da Páscoa. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Homilia Dominical