Teatro para catequese
 
Gênesis e Anti-Gênesis
Enviado por: Carlos Bibiano Borges
 
Confira a lista com os outros temas de teatro
 
Para enviar essa peça de teatro automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
 
Gostou desse teatro? Salve em formato word.
 
Confira a lista com os outros temas de teatro
 
 

ANIMADOR: Em todo o tempo e lugar o espírito de Deus está presente e ativo. Ele oferece luz e força para o processo de crescimento humano-espiritual. Para que possamos caminhar e enxergar a direção que o Pai nos indica, vamos fazer neste momento a celebração da vida ;  Entra o fogo (Peão com tocha), a terra (prenda com um saco de terra), a  água (aluno com uma jarra), e o vento (aluno(o) com bandeira(s)). Enquanto entram os símbolos coloca-se um fundo music_______________________________ ).

PRESIDENTE: Iniciemos nossa celebração manifestando que Deus é comunidade e nos reúne em nome do Pai, Filho e Espírito Santo. Todos: Amém

ANIMADOR: Cada um de nós representa um dia da criação. Mergulhemos nesta maravilha de que somos criados no amor de Deus. À medida que forem lidos os dias da criação, as pessoas com a cor mencionada acenam um lenço da cor citada. Em sinal da presença do amor de Deus em nossa vida. Vamos fazer um teste: os que tem a cor branca, vamos acenar! Agora os de azul,... verde...., amarelo.... e vermelho.

LEITOR 1 – No princípio Deus criou o céu e a terra. A terra estava vazia, as trevas cobriam o abismo, o Espírito de Deus pairava sobre as águas. Deus disse: “Haja luz”, e houve luz. Deus viu que a luz era boa. Chamou a luz de dia e as trevas, de noite -  Acenam-se os lenços da cor branca – (Fundo musical enquanto entram crianças de branco carregando velas acesas).

LEITOR 2 – No segundo dia Deus disse: “Haja um firmamento”,  e assim se fez. Deus chamou o firmamento de céu. Acenam-se lenços da cor azul – (Fundo musical enquanto entram crianças que trazem um lençol azul).

LEITOR 1 -  No terceiro dia Deus disse: “Que as águas que estão sob o céu se reunam numa só massa e que apareça o continente.” Deus chamou ao continente de terra e a massa das águas, mar. Disse ainda: “Que a terra produza ervas e que dêem sementes e árvores frutíferas segundo a sua espécie.” E assim se fez. E Deus viu que tudo era bom. Acenam-se lenços da cor verde. (Fundo musical enquanto entram crianças com ramos verdes.)

LEITOR 2 – No quarto dia Deus disse: “Que haja luzeiros no Céu, para separar o dia e a noite”. Que sirvam de sinais tanto para as estações,  quanto para os dias e os anos. E Deus viu que isso era bom. Acenam-se lenços da cor amarela. (Fundo musical enquanto entram 5 crianças de amarelo, com estrelas nas mãos, formando a constelação do cruzeiro do sul no lençol.)

LEITOR 1  – No quinto dia Deus criou os peixes do mar e as aves do céu e disse: “Multiplicai-vos, e enchei as águas dos mares e que as aves se multipliquem sobre a terra.” Acenam-se os lenços da cor vermelha. ( Fundo musical enquanto entram crianças com cartazes, figuras de peixes e aves, com vestimenta da cor vermelha.)

LEITOR 2 – No sexto dia Deus disse: “Que a terra produza seres vivos, animais  domésticos segundo a sua espécie.” Disse também: Façamos a nossa imagem e semelhança, homem e mulher”. E Ele os criou. Deus os abençoou dizendo: “Sede fecundos, enchei a terra e submetei-a. Deus viu tudo o que tinha feito e era muito bom. (Fundo musical enquanto entram o Estatuto dos Direitos Humanos e um bouquet de flores)

LEITOR 1 – Por fim, Deus concluiu no sétimo dia a obra que fizera e descansou.. Acenam-se todas as cores.(Fundo musical enquanto entra o pão e o vinho. (música:                              ).

ANIMADOR  - O amor de Deus na criação é podado e sufocado  pelo egoísmo do homem. É a história do pecado na história dos homens e na nossa história. Vamos agora representar a participação de cada pessoa na ruptura com o plano de Deus, de modo que representamos um dia da criação. Agora tentaremos vivenciar um dia da destruição. Mergulhamos nesta realidade de pecado que destrói e sufoca o amor de Deus, A medida em que forem lidos os dias do anti-gênesis, as pessoas da cor mencionada acenam seus lenços, em sinal de ruptura com Deus e com os outros homens. serão as trevas do egoísmo entrando em nossa vida, em nossas comunidades.
(Símbolos e cores chamadas são colocados em uma caixa em frente ao altar – dentro deve estar a Bíblia e a vela do Círio)

LEITOR 1 – Perto do fim dos tempos o homem quis viver só, longe  do Deus que o criou. Assumiu-se como absoluto e Senhor de toda a terra. A Terra era bela e fértil, a luz brilhava nas montanhas e nos mares. A terra estava cheia de vida, o azul do céu resplandecia e o ar era puro.

LEITOR 2 – Acenamos os lenços de cor branca...  Disse então o homem: dividamos o céu e a terra, que alguns homens possuam todo o poder sobre o céu e outros sobre a terra. Que a ganância de possuir mais de origem a discórdia e assim o sangue humano seja derramado sobre a terra. E assim se fez! Foi a primeira noite antes do fim. (desaparece, silencia os  da cor branca e seus símbolos são abafados – colocar na caixa as velas apagadas).

LEITOR 1 – Acenamos os lenços de cor azul...  O Homem disse: Tomemos o céu, que ele seja cinzento, cheio de fumaça e gases venenosos e que o ar seja poluído. E assim se fez. O homem achou que assim era melhor; as pessoas começaram a levar máscaras. Foi a  Segunda noite antes do fim. (desaparece, silencia os  da cor azul e seus símbolos são abafados – lençol, panos azuis).

LEITOR 2 – Acenamos os lenços de cor verde...  O homem disse: que as águas sobre a face da terra se encham de navios, de produtos químicos e de lixos das cidades. Que naveguem, nas águas  e nos fundos dos oceanos, submarinos atômicos, capazes de poluir os mares e destruir os povos sobre a terra. E o homem afirmou: acabamos com o verde das florestas, coloquemos em seu lugar plantas que dêem mais lucro, prédios que acumulem riquezas e asfaltem para que não nasçam mais plantas. E assim se fez! Os homens ficaram encantados com os avanços conquistados. Foi a terceira noite antes do fim. (desaparece, silencia os  da cor verde e seus símbolos são abafados – ramos verdes).

LEITOR 1 – Acenamos os lenços de cor amarela...  O homem disse: Não nos importemos mais com o sol, com as estrelas e que a luz perca o seu encanto. Façamos nós mesmos os nossos luzeiros, e que sejam coloridos para que brilhem nas noites de nossas cidades e que bombas sejam lançadas ao céu, para fazer o mesmo clarão das noites de tempestade. E assim se fez! O homem abafou o encanto da lua e das estrelas; e no seu lugar colocou satélites espiões. O homem viu tudo o que tinha feito e ficou orgulhoso de suas façanhas. Foi a quarta noite antes do fim. (desaparece, silencia os  da cor amarela e seus símbolos são abafados – estrelas e panos amarelos colocados na caixa).

LEITOR 2 – Acenamos os lenços de cor  vermelha...  O homem disse: Tomemos os peixes das águas e os animais das florestas. Que a pesca seja permitida em todos os tempos, por esporte, necessidade ou crueldade. Joguemos petróleo, fezes, lixo  e veneno nas águas, para que assim os peixes  e aves morram envenenados e as praias  fiquem mal cheirosas e poluídas, e disse mais: Criemos um esporte entre os homens, para que possam matar as aves do céu, e que seja o vencedor aquele que mais aves conseguir abater. E assim se fez. O homem viu que era o melhor! Foi a quinta noite antes do fim.
(desaparece, silencia os  da cor vermelha e seus símbolos são abafados – imagens, desenhos, etc., de peixes e aves).

LEITOR 1 – O homem disse: cacemos a vontade os animais das florestas; façamos tapetes, calçados e roupas com suas peles. E aqueles que ainda sobrarem, sejam trancados, domesticados e sirvam de lazer e experiências de laboratórios. E no fim gritou sem pudor: Façamos um grande deus a nossa imagem e semelhança. Que ele abençoe tudo o que nós fazemos, esteja a serviço de nossas ideologias e projetos, sirva de acomodação para os pobres e marginalizados. E que este deus, se multiplique entre os homens tomando várias formas na vida das pessoas. Que cada um possua o seu próprio deus, seja o deus do lucro, deus da ganância, deus da técnica, deus da ignorância. Que estes deuses dominem o homem e o façam cada vez mais egoístas. Foi a Sexta noite antes do fim. . (silencia tudo,   e os símbolos finais são abafados por cartazes com palavras lucro, ódio, ganância, ignorância, etc...– estatuto e flores).

LEITOR 2 – Na sétima noite o homem ficou só, cansado e vazio. Não havia nada sobre a face da terra. Um frio e um tremor o envolvera por toda a parte. Só havia ódio, discórdia e morte. Foi o fim do homem. (um momento de silêncio...)
Vamos escutar a mensagem que a música CANÇÃO DO TERCEIRO MILÊNIO nos traz, abraçados no irmão do nosso lado é o abraço e união da paz .
(Crianças vão até a caixa e retiram a Bíblia e a vela do  Círio, acendem e ficam mostrando para todos até o final do canto, após colocam o Círio e a Bíblia sobre o altar)

ANIMADOR:  O espirito age com eficiência sem cansaço naqueles que a ele abrem a porta de seu coração e se entregam docilmente a sua ação amorosa. Neste momento vamos abençoar o pão e o vinho, sinal de nossa partilha e de um mundo melhor. É a comunhão de todos os homens e mulheres na mesma fé. (segue com os ministros da comunidade)

PAI-NOSSO DE MÃOS DADAS

BENÇÃO E PARTILHA DO PÃO

AVISOS

BENÇÃO FINAL  (durante a saída se repete a música final)


 
 
xm732