Reflexões Diárias

O amor à fidelidade...
24 ABRIL DE 2012


Faça quanto antes possível o que tem que fazer. Não adie o cumprimento do dever; adiá-la já é não cumpri-lo com perfeição.

Se tem que praticá-lo, enquanto não o realiza, esse dever estará gravado em sua consciência e, por mais depressa que o realize, você sempre ficará com a amargura de não tê-lo cumprido em seu devido tempo.

Ou pelo menos com suficiente generosidade, visto que fazer as coisas bem, porém tarde, até os menos dotados as fazem; mas fazê-las logo e bem, isso é próprio das almas generosas.

Se o dever é amargo e você o realiza imediatamente, a amargura passará mais depressa e lhe ficará a satisfação de ter cumprido com a obrigação. Se você está amargurado e adia o momento de cumpri-lo, só contribuirá para aumentar a amargura, e por isso sofrerá sem merecimento.

Você tem que ser fiel ao dever; mas não deixe de preocupar-se por ser fiel sobretudo ao amor, que é seu primeiro dever. "Aquele que é fiel nas coisas pequenas, será fiel também nas coisas grandes" (Lc 16,10). "Sê fiel até à morte e te darei a coroa da vida" (Apoc 2,10).

O amor à fidelidade só nasce da fidelidade ao amor. Se não é fiel, não ama; se não ama, não será fiel por muito tempo.

Compartilhe esse momento com seus amigos
Divulgue a reflexão diária no facebook, basta clicar no icone do FACEBOOK ou outro programa que você desejar compartilhar com seus amigos. Ajude-nos a levar a Palavra de Deus a todos.
Leia também:
Litúrgia diária com comentário do Evangelho e Leitura Orante.
Homília Dominical - Homilia preparada pelo Pe Wagner A. Portugal
Missa com crianças - Prepare a missa com crianças da sua catequese ou utilize as historinhas nos encontros de catequese, ótimo conteúdo.
Oração diária com a Bíblia - Receba uma indulgência todos os dias
Voltar ao índice das reflexões
 
xm732