Reflexões Diárias

Qual razão de gritar?...
14 ABRIL DE 2012

Quando você fala com os seus familiares, quando os repreende, quando lhes chama a atenção, quando exige deles algo, costuma gritar-lhes, não é verdade? Pergunto-lhe eu: Por que grita?

Você me diz que está com a razão. Se está com a razão, para que quer os gritos? Será que a razão precisa dos gritos, para ser reconhecida e aceita? Se assim é, então a razão que você tem é muito fraca. Não necessitaria de gritos, nem de outra coisa, se fosse suficientemente forte.

Se você não tem razão, para que grita? Será que quer impor sua vontade pelos gritos, sem ter razão? Não se engane: os gritos jamais forma convincentes. Poderão fazer calar os seus inferiores, mas não os convencerão. E fazer que alguém obedeça a você, sem que esteja convencido, é impossível.

Se você tem razão e expõe a razão somente com a força do convencimento, será efetivo e chegará melhor ao coração dos demais.

Toda lei alcança sua plenitude neste único preceito: "Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Mas, se vos mordeis e vos devorais, vedes que não acabeis por vos destruirdes uns aos outros" (Gal 5,14-15)

Compartilhe esse momento com seus amigos
Divulgue a reflexão diária no facebook, basta clicar no icone do FACEBOOK ou outro programa que você desejar compartilhar com seus amigos. Ajude-nos a levar a Palavra de Deus a todos.
Leia também:
Litúrgia diária com comentário do Evangelho e Leitura Orante.
Homília Dominical - Homilia preparada pelo Pe Wagner A. Portugal
Missa com crianças - Prepare a missa com crianças da sua catequese ou utilize as historinhas nos encontros de catequese, ótimo conteúdo.
Oração diária com a Bíblia - Receba uma indulgência todos os dias
Voltar ao índice das reflexões
 
xm732