Enriqueça a sua fé
 
Salmos para quem quer aprender a orar
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 

Orar é conversar com Deus.

Basta abrir o coração e simplesmente falar com Ele, usando as nossas próprias palavras para desabafar, pedir luz e orientação, pedir graças e socorro, agradecer, “reclamar” como um filho confiante diante do Pai amoroso, pedir perdão e misericórdia, interceder pelo próximo… Ou ficar “olhando” para Deus em silêncio, contemplando no coração o seu mistério, a sua grandeza incompreensível para a razão sozinha, a sua obra como Criador, os seus gestos sublimes ou singelos de amor, cuidado, respeito pela nossa liberdade, “dependência” da nossa aceitação…

Orar se aprende, assim como se aprende a falar, a ouvir com atenção, a gostar de alguém, a ficar em silêncio contemplativo.

Nesse aprendizado, os Salmos são de imensa valia.

Os Salmos são louvores escritos para expressar a adoração a Deus. Eles refletem ainda o interior do espírito humano e suas disposições de bondade, arrependimento, confiança, louvor, miséria, necessidade, gratidão…

Um dos Salmos mais conhecidos é o 91. Seguem aqui seus versículos de 1 a 7:

“Aquele que habita no abrigo do Altíssimo

e descansa à sombra do Todo-poderoso

pode dizer ao Senhor:

Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza,

o meu Deus, em quem confio.

Ele o livrará do laço do caçador e do veneno mortal.

Ele o cobrirá com as suas penas e,

sob as suas asas, haverá refúgio;

a fidelidade dele será o seu escudo protetor.

Não temerá o pavor da noite,

nem a flecha que voa de dia,

nem a peste que se move sorrateira nas trevas,

nem a praga que devasta ao meio-dia.

Mil poderão cair ao seu lado, dez mil à sua direita,

mas nada o atingirá”.

Para começar a descobrir o tesouro dos Salmos, algumas sugestões:

Sobre a bondade: Salmos 1, 19, 24, 133, 136 e 139

Sobre a presença de Deus: Salmos 29, 96 e 100

Nas horas de dificuldade: Salmos 3, 14, 22

 
 

xm732