Enriqueça a sua fé
 
Para Deus o importante é o que somos e não o que fazemos
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 

Assim, meus caríssimos, vós que sempre fostes obedientes, trabalhai na vossa salvação com temor e tremor, não só como quando eu estava entre vós, mas muito mais agora na minha ausência. Porque é Deus quem, segundo o seu beneplácito, realiza em vós o querer e o executar. Fazei todas as coisas sem murmurações nem críticas, a fim de serdes irrepreensíveis e inocentes, filhos de Deus íntegros no meio de uma sociedade depravada e maliciosa, onde brilhais como luzeiros no mundo, a ostentar a palavra da vida. Dessa forma, no dia de Cristo, sentirei alegria em não ter corrido em vão, em não ter trabalhado em vão. Ainda que tenha de derramar o meu sangue sobre o sacrifício em homenagem à vossa fé, eu me alegro e vos felicito. Vós outros, também, alegrai-vos e regozijai-vos comigo”.

É bom procurarmos ser sempre obedientes, é a isso que São Paulo nos convida hoje. Obedecer é um gesto de humildade, é preciso luta para conseguir essa graça. Quanto mais obedecemos tanto mais nos aproximamos de Deus. Outra coisa importante que o apóstolo nos ensina é: “Assim, meus caríssimos, vós que sempre fostes obedientes, trabalhai na vossa salvação com temor e tremor, não só como quando eu estava entre vós, mas muito mais agora na minha ausência”.

Não é fácil obedecer, principalmente porque vamos criando laços, ganhando espaço e lugar de destaque. Deus quer o nosso crescimento; se nessa corrida não obedecermos, não alcançaremos a nossa meta. Para isso é preciso abertura de coração e em tudo obedecer.

O Senhor hoje nos convida para a vivência radical da Palavra; para isso, muitas vezes, temos de abrir mão de muitas coisas, pois o mundo tem mudado para pior, e se seguirmos o retrato dele, nos perdemos. Nós seguimos a Palavra de Deus, porque é por meio dela que o Senhor fala ao nosso coração e nos chama a segui-Lo, para que busquemos a santidade e a salvação.

O que ouvimos do Evangelho é lindo, mas também cheio de responsabilidade. Isso precisa estar enraizado no nosso coração. “Porque é Deus quem, segundo o seu beneplácito, realiza em vós o querer e o executar”. A nossa meta é chegar aonde Deus nos quer, mas isso só é possível quando fazemos a vontade d’Ele, lutando pela santidade.

Se estamos buscando o céu, a primeira coisa a fazer é extinguir da nossa vida as murmurações. “Fazei todas as coisas sem murmurações nem críticas, a fim de serdes irrepreensíveis e inocentes, filhos de Deus íntegros no meio de uma sociedade depravada e maliciosa, onde brilhais como luzeiros no mundo, a ostentar a palavra da vida”. O murmurador nunca está satisfeito, tudo questiona e tudo quer saber. É preciso fé para obedecer.

Se buscamos realmente o céu, a primeira coisa a apagar da nossa vida é a murmuração. Quem é obediente não erra, e a ordem para nós é abandonar todo tipo de reclamação, para que sejamos irrepreensíveis e íntegros.

Deus Pai tem um propósito individual para todos nós, podemos até ajudar o nosso irmão a carregar os fardos, mas os nossos problemas somos nós que temos de resolver. Porque o Senhor se interessa muito mais pelo obreiro, que somos cada um de nós, do que pela obra. Porque corremos o risco de achar que fizemos e construímos tudo isso e ouvir do Senhor: “Não te conheço!”. No entanto, se o obreiro estiver dentro dos propósitos do Senhor as obras também estarão.

O mais importante é obedecer e agradar a Deus. É preciso buscar a santidade e lutar até o último dia, porque a nossa meta, que é o céu, precisa ser alcançada. Esta busca pela santidade deve estar enraizada em nosso coração.

Wellington Silva Jardim (Eto)
Cofundador da Comunidade Canção Nova e administrador da Fundação João Paulo II

www.cancaonova.com

 
 

xm732