Enriqueça a sua fé
 
Julgamos ou não pelas aparências?
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 

A palavra meditada hoje está no Evangelho de São João 7,24-31:

“’Não julgueis pelas aparências; julgai de acordo com a justiça’. Alguns de Jerusalém diziam: ‘Não é este a quem procuram matar? Olha, ele fala publicamente e ninguém lhe diz nada. Será que os chefes reconheceram que realmente ele é o Cristo? Mas este, nós sabemos de onde é. O Cristo, quando vier, ninguém saberá de onde é’. Enquanto, pois, ensinava no templo, Jesus exclamou: ‘Sim, vós me conheceis, e sabeis de onde eu sou. Ora, eu não vim por conta própria; aquele que me enviou é verdadeiro, mas vós não o conheceis. Eu o conheço, porque venho dele e foi ele quem me enviou!’ Eles procuravam, então, prendê-lo, mas ninguém lhe pôs as mãos, porque ainda não tinha chegado a sua hora. Da multidão, muitos acreditavam nele e comentavam: ‘Quando vier o Cristo, acaso fará mais sinais do que este?’”

Julgamos de maneira errada e, muitas vezes, esse julgamento traz sofrimento para as pessoas que acusamos injustamente. Cristo veio iluminar este mundo que caminha nas trevas. Nosso mundo precisa da luz do Senhor.

Cristo na terra não foi acolhido, pois o Seu povo amava mais as trevas. E Ele foi julgado de maneira injusta. Ser de Cristo, ter mudança de vida, não querer agir pelo erro, incomoda as pessoas e por isso somos julgados por nossos atos, muitas vezes de maneira errada.

Quem quer permanecer no erro, se incomoda com aqueles que são de Deus. Não compactuando com as coisas do mundo, tenhamos em nosso coração que seremos rejeitados e excluídos por ele [o mundo], mas não desanimemos.

Aquilo que o mundo não quis e rejeitou, Deus pegou para Ele. O mundo julga de maneira errada, pois julga segundo a aparência. Deus julga segundo coração. Aprendamos a não julgar segundo os critérios deste mundo, mas segundo os critérios e o coração de Deus. Para isso é preciso ser cheio da presença de Deus.

Temos de agir pela fé. Quando banimos Deus de nossos pensamentos, quando não Lhe damos espaço para agir na nossa vida, julgamos e condenamos os nossos irmãos. Deus não nos acusa, por isso não devemos acusar ninguém. Quem acusa é o diabo.

O Pai nos enviou Jesus para nos defender do acusador [o diabo]. Jesus nos prometeu o Espírito Santo para que Ele nos oriente nos nossos caminhos. É o Santo Espírito que prepara os nossos ouvidos para escutar a voz de Deus e para pensar e agir conforme o Seu proceder.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

Transcrição e Adaptação: Ariele Silva


 
 

xm732