Enriqueça a sua fé
 
Santos Anjos da Guarda: Eles te guardem em todos os teus caminhos
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 


Neste dia em que fazemos Memória do nosso protetor, a Igreja termina assim o hino e oração da manhã: "Salvai por vosso filho a nós, no amor; ungidos sejamos pelos anjos; por Deus trino, protegidos!"

A palavra anjo significa, "enviado, mensageiro divino", muitas vezes encontramos as manifestações dos anjos como missionários de Deus, e por isso, com clareza lemos no salmo 91: "Pois Ele encarregará seus anjos de guardar-te em todos os teus caminhos".

O que diz a Igreja:

Anjos da guarda: Desde o início até a morte, a vida humana é cercada por sua proteção e por sua intercessão. "Cada fiel é ladeado por um anjo como protetor e pastor para conduzi-lo à vida." Ainda aqui na terra, a vida cristã participa na fé da sociedade bem-aventurada dos anjos e dos homens unidos em Deus. (Catecismo; CIC n 336).

A teu respeito ordenou a seus anjos que te guardem em todos os teus acminhos (Sl 90,11). Louvem o Senhor por sua misericórdia e suas maravilhas para com os filhos dos homens. Louvem e proclamem às nações que o Senhor agiu de modo magnífico a favor deles. Senhor, que é o homem para que assim o conheças? Ou por que inclinas para ele teu coração? Aproximas dele teu coração, enches-te de solicitude por sua causa, cuides dele. Enfim, a ele envias o teu Unigênito, infundes o teu Espírito, prometes até a visão de tua face. E para que nas alturas nada falte no serviço a nosso favor, envias os teus santos espíritos a servir-nos, confias-lhes nossa guarda, ordenas que se tornem nossos pedagogos.

A teu respeito, ordenou a seus anjos que te guardem em todos os teus caminhos. Esta palavra quanta reverencia deve despertar em ti, aumentar a gratidão, dar confiança. Reverencia pela presença, gratidão pela benevolência, confiança pela proteção. Estão aqui, portanto, e estão junto de ti, não apenas contigo, mas em teu favor. Estão para proteger, para te serem úteis. Na verdade, embora enviados por Deus, não nos lícito ser ingratos para com eles, que com tanto amor lhe obedecem e em tamanhas necessidades nos auxiliam.

Sejamos-lhes fieis, sejamos gratos a tão grandes protetores; paguemos-lhes com amor; honremo-los tanto quanto pudermos, quanto devemos. Prestemos, no entanto, todo o nosso amor e nossa honra àquele que é tudo para nós e para eles; de quem recebemos poder amar e honrar, de quem merecemos ser amados e honrados.

Assim, irmãos, nele amemos com ternura seus anjos como futuros co-herdeiros nossos, e enquanto esperamos nossos intendentes e tutores dados pelo Pai como nossos guias. Porque agora somos filhos de Deus, embora não se veja, pois nada estamos sob tutela quais meninos que em nada diferem dos servos.

Aliás, mesmo assim tão pequeninos e restando-nos ainda uma tão longa, e não só tão longa, mas ainda tão perigosa caminhada, que temos a temer com tão poderosos protetores? Eles não podem ser vencidos, nem seduzidos, e ainda menos seduzir, aqueles que nos guardam em todos os nossos caminhos. São fieis, são prudentes, são fortes; por que trememos de medo? Basta que sigamos, unamo-nos a eles e habitaremos sob a proteção do Deus do céu.

(Liturgia das Horas: Dos Sermões de São Bernardo, abade, Séc. XII).

Rezemos o Salmo 91

1. Tu que estás sob a proteção do Altíssimo e moras à sombra do Onipotente,
2. Dize ao SENHOR: "Meu refúgio, minha fortaleza, meu Deus, em quem confio".
3. Ele te livrará do laço do caçador, da peste funesta;
4. ele te cobrirá com suas penas, sob suas asas encontrarás refúgio. Sua fidelidade te servirá de escudo e couraça.
5. Não temerás os terrores da noite nem a flecha que voa de dia,
6. Nem a peste que vagueia nas trevas, nem a epidemia que devasta ao meio dia.
7. Cairão mil ao teu lado e dez mil à tua direita; mas nada te poderá atingir.
8. Basta que olhes com teus olhos, verás o castigo dos ímpios.
9. Pois teu refúgio é o SENHOR; fizeste do Altíssimo tua morada.
10. Não poderá te fazer mal a desgraça, nenhuma praga cairá sobre tua tenda.
11. Pois ele dará ordem a seus anjos para te guardarem em todos os teus passos.
12. Em suas mãos te levarão para que teu pé não tropece em nenhuma pedra.
13. Caminharás sobre a cobra e a víbora, pisarás sobre leões e dragões.
14. "Eu o salvarei, porque a mim se confiou; eu o exaltarei, pois conhece meu nome.
15. Ele me invocará, e lhe darei resposta; perto dele estarei na desgraça, vou salvá-lo e torná-lo glorioso.
16. Vou saciá-lo com longos dias e lhe mostrarei minha salvação".

Vou enviar um anjo que vá à tua frente, que te guarde pelo caminho e te conduza ao lugar que te preparei. Respeita-o e ouve a sua voz (cf. Ex 23,20-21ª).


Oração: Ó Deus, que na vossa misteriosa providencia mandais os vossos Anjos para guardar-nos, concedei que nos defendam de todos os perigos e gozemos eternamente do seu convívio. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Santos Anjos da Guarda… Rogai por nós!

 
 

xm732