Enriqueça a sua fé
 
Não tenhamos medo de enfrentar a dor
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 

A Palavra meditada, hoje, está em Romanos 8,18.28:

"Eu penso que os sofrimentos do tempo presente não têm proporção com a glória que há de ser revelada em nós. Sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu desígnio."


Cada sofrimento causa um efeito diferente em cada pessoa. O que nos distingue não é o que nos acontece, mas como enfrentamos nossos problemas.

Você tem enfrentado seus sofrimentos com esperança? Quando vivemos o sofrimento sem fé, ele nos destrói. Todo problema pode ser superado, porém, é com esperança que devemos fazer isso. É preciso vivermos essas situações exigentes, cheios de esperança e fé, para que extraiamos de nós o melhor. No momento das grandes provações, nossos talentos se revelam. Se quisermos experimentar a intervenção de Deus em nossa vida, precisaremos ter disposição de passar pelo sofrimento sem perder a confiança no Senhor.

É um consolo saber que tudo em nossa vida, até mesmo nossas dificuldades, contribuem para o bem dos que amam a Deus. Ninguém consegue amar o Senhor sem ter experimentado Seu amor. O Pai dá Seu amor para aqueles que Lho pedem.

Nos momentos de dor, peçamos ao Espírito Santo que venha sobre nosso coração e o envolva com o amor de Deus. Nossas tribulações estão na carne, nos pensamentos, nos medos do futuro, nos sentimentos, nas pessoas, nas enfermidades; porém, as tribulações sempre trazem algo bom da parte do Altíssimo. Aos olhos humanos, o sofrimento pode ser penoso e destrutivo, mas espiritualmente sempre nos traz uma graça. A bênção que hoje recebemos, muitas vezes, é fruto das dores daqueles amamos e que viveram antes de nós.

Como é consolador entender que tudo concorre para o bem dos que amam a Deus! Quando entendemos que amar requer renúncia e sacrifício, começamos a nos perguntar se realmente amamos. Mas se estamos com Deus, já estamos amando. O Senhor sabe quais podas trazem crescimentos para nós.

Os sofrimentos vêm para nos transformar em pessoas melhores. Fugir deles é impedir nosso crescimento. É triste um fruto que se perde antes de amadurecer! Quem não quer se comprometer, não tem como pedir a Deus que aja em seu favor.

A oração é eficaz, mas só penetra no coração de quem se abre à graça de Deus. Não tenhamos medo de enfrentar a dor. Deus quer tirar da nossa vida tudo aquilo que tem nos impedido de dar frutos. Não choremos pelos galhos ou ramos que o Senhor tem podado em nós, tudo isso será para o nosso crescimento. Alguns excessos em nossa vida nos desviam da nossa missão. A nossa vida precisa de renúncias para progredir. A Palavra de Deus nos limpa daquilo que trava nossa caminhada.

O Pai poda, porém, nos enxerta em Seu Filho. É de Jesus que recebemos a seiva do Espírito Santo que nos firma e faz crescer. Sem Deus nós nada podemos fazer, com Ele conseguiremos o que quisermos.

O sofrimento existe; ele vem e vai, mas nem os sofrimentos mais difíceis se comparam com o bem que o Senhor nos dá.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

 
 

xm732