Enriqueça a sua fé
 
Que o Espírito Santo nos revele o quanto Deus nos ama!
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 

A Palavra meditada, hoje, está no Salmo 31,22-25:

"Bendito seja o Senhor! Mostrou para comigo uma bondade admirável, como uma cidade fortificada. Na minha prostração eu dizia: 'Fui expulso da tua presença'. Mas ouviste a voz da minha súplica, quando clamei a ti. Amai o Senhor, vós todos, seus servos devotos! O Senhor defende os seus fiéis, mas trata com rigor os que agem com soberba. Tende coragem e um coração firme, vós todos que esperais no Senhor".

Queremos bendizer o nome do Senhor Deus nesta manhã, porque Ele sempre age com bondade conosco. Todos os projetos de Deus, para a nossa vida, são bons e admiráveis, pois o Senhor age em nosso favor. Nós O louvamos, Senhor, por Seu cuidado nos momentos de grande angústia em nossa vida. A bondade de Deus resplandece nos momentos escuros de nossa vida. Louvemos a Deus Pai que não nos abandona jamais e nos dá a alegria de recomeçar. Nossa alegria não está nas adversidades nem nas contrariedades da vida; nossa alegria é o Senhor! Quer nos tempos bons quer nos tempos maus, conosco está o nosso Deus. Ao buscarmos a força dentro de nós mesmos, vamos cair, pois ela é e está no Senhor. Deus é o nosso amparo.

Acumulamos em nosso coração culpa, pecados e rancor, todos esses sentimentos nos jogam no fundo do poço. Contudo, não estamos sós, o Senhor ouve a voz de nossa súplica. O Espírito Santo de Deus deseja que clamemos o nome do Senhor, porque Ele nos ouve quando O chamamos.

Deus não pode ajudar o soberbo. Aquele que se acha mais do que Deus está sozinho e na hora da dor ele experimenta a escuridão da alma. Todos os dias convivemos com as dificuldades do mundo e com as nossas deficiências, e se não buscarmos o Senhor para Lhe pedir que cuide de nossa vida, afundaremos. Sem a revelação de que Deus nos ama não conseguimos aceitar nossas imperfeições.

Seus filhos precisam de pais como referência de amor. Um rapaz ou uma moça que não têm essa referência de amor dos pais não conseguem aceitar-se e avançar na vida. O amor de Deus não é teoria e muito menos fantasia, ele se revela a nós todos os dias da nossa vida. Temos um Deus, que nos enviou Seu Filho por amor a nós, não para nos condenar, mas para nos salvar!

Deixemo-nos ser guiados pelos caminhos da paz. Deus nos ama na profundidade do nosso ser. Ele nos ama até mesmo com os nossos defeitos. Abramos o coração para que Ele nos mostre, todos os dias, o quanto nos ama. Libertemo-nos das prisões de egoísmo em que vivemos! É hora de deixar transbordar esse amor que Deus derrama sobre nós aos demais!

Quem não se aceita, também não aceita o outro. E quem não se sente aceito pelos demais, rejeita o outro. O melhor remédio, para que superemos essa dificuldade, é abrirmos o coração a fim de que Deus derrame sobre nossa vida o amor. Que o Espírito Santo revele ao nosso coração o quanto Deus nos ama!

Quando a vida é vivida sem amizade, ela se torna um deserto. Viver sozinho não é viver, mas sobreviver. O relacionamento só é autêntico quando ele se fundamenta na aceitação recíproca das fraquezas do outro.

O perdão deve fazer parte de nosso cotidiano. Peçamos ao Espírito Santo a graça de dar o perdão e de dominar os impulsos maus que existem em nós. Acreditemos no crescimento das pessoas a quem amamos. Não há relacionamento que resista se não houver o perdão.

Deus nos deu uma escola que nos ensina a perdoar: a nossa família. Ela é escola de vida e perdão. Viver com o outro implica constantemente darmos o perdão. Não ganhamos nada mantendo o rancor em nosso coração. Tenhamos a coragem e um coração firme em ser de Deus para darmos o primeiro passo em direção à reconciliação. Existem muitas pessoas que sonham em ter uma família para ter algo "seu". No entanto, se iniciarmos uma família sem descobrir o ministério do perdão e sem estarmos dispostos a recomeçar todos os dias não demorará e estaremos colocando um "ponto final" neste relacionamento.

Confiemos em Deus! Ele guia com bondade a nossa vida. Abramos o nosso coração para que o Espírito Santo nos ensine a amar e perdoar.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova.
www.cancaonova.com

 
 

xm732