Enriqueça a sua fé
 
Depositemos nosso coração nas mãos de Deus
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 

A Palavra meditada, hoje, está em Salmo 147,1-11:

1. Louvai o Senhor: pois é bom cantar ao nosso Deus, é suave dirigir-lhe o louvor.
2. O Senhor reconstrói Jerusalém, reúne os exilados de Israel.
3. Ele cura os corações atribulados e enfaixa suas feridas.
4. Conta o número das estrelas e chama cada uma pelo nome.
5. Nosso Senhor é grande, seu poder é imenso, sua sabedoria não tem limites.
6. O Senhor ampara os humildes, mas rebaixa os ímpios até o chão.
7. Entoai a ação de graças ao Senhor, cantai na cítara hinos a nosso Deus.
8. Ele cobre o céu de nuvens, prepara a chuva para a terra, faz brotar sobre os montes a erva e plantas úteis ao homem;
9. fornece alimento para o gado, e para os filhotes do corvo que grasnam.
10. Não lhe apraz o vigor do cavalo nem aprecia a rapidez do homem.
11. Agradam ao Senhor os que o temem, os que esperam na sua bondade.


Deus cura os corações sofridos, atormentados e cheios de preocupação. Com está seu coração nesta manhã? Se estiver atribulado, tem de estar nas mãos de Deus, e somente d'Ele pode vir o socorro para as nossas preocupações.

Muitas vezes, em nós, temos uma imensidão de preocupações que enchem nossa cabeça e nosso coração; mas a Palavra nos diz que temos de cuidar do nosso coração em Deus, pois em todas as circunstâncias Ele é o nosso remédio.

Quando estamos sofrendo, queremos nos livrar de qualquer forma da dor, mas sozinho é impossível se livrar dela. Quanto mais lutamos, mais nos cansamos e desgastamos, e o problema permanece. Batalhamos tanto para sermos libertos e acabamos sendo vencidos pelos nossos pecados, porque colocamos os nossos esforços em nós mesmos.

A cura do coração e o remédio para as feridas só pode vir de Deus, pois Ele tudo pode, pois ampara quem precisa d'Ele. Para receber o amparo de Deus, é preciso ter um coração humilde, que reconheça que precisa de ajuda. Para certos males a cura vem pela permanência na presença de Deus.

Todos nós gostamos de ser amados, mas apesar de alimentar os nossos sentimentos, o coração, para se impressionar, necessita permanecer na presença desse amor. Para que nosso coração se impressione por Deus precisamos permanecer na presença d'Ele. Para encontrar alivio e remédio, precisamos estar na presença de Deus. Podemos pensar: "Vamos ficar 24h por dia dentro da Igreja ou rezando o terço?". Estar na presença do Senhor é colocá-Lo em tudo que fizermos, em nosso trabalho, em nossas brincadeiras e conversas.

Quem se coloca na presença do Senhor, constantemente se recorda que a vida sem ele não tem graça, é sem sabor. Pode ser que você pense: "Conheço pessoas que não conhecem Deus e vivem muito bem sem Ele". Mas essas pessoas, querendo ou não, têm a presença de Deus na vida delas. A chuva de bênçãos recaí sobre todos, por amar a todos, acreditem n'Ele ou não.

Aquele que é Grande pode nos salvar. Podemos nos revoltar contra o Senhor quando Ele salva aquele que não crê, mas nossa visão muda quando o descrente é nosso esposo, nossa esposa, nosso filho, aqueles que amamos. Imaginemos as limitações daqueles que amamos. Mesmo tão cheios de defeitos, nós os amamos. Mas quando não se ama a pessoa, até as qualidades dela nos irritam. Essa é a verdade: Deus é amor e nunca vai deixar de nos amar.

O que agrada o coração de Deus? Não adianta fazermos um monte de coisa se não fizemos o bem, não amarmos quem estava ao nosso lado, passarmos por cima das pessoas. Temer o Senhor é viver o amor. Amar a Deus sobre tudo e ao próximo com a si mesmo. Quem ama está em comunhão com o Pai.

Não espere de Deus nada que não seja bondade. Louvar ao Senhor é reconhecer com alegria Sua bondade, Seu amor e Sua misericórdia. Deus é tolerante conosco, tem paciência com nossas demoras e fraquezas, e está sempre disposto a nos perdoar. Ele não nos trata com brutalidade, mas nos conduz com ternura.

Na caminhada sempre toparemos com pedras e espinhos, pela experiência da dor e das feridas sempre passaremos. As pedras e espinhos algumas vezes serão pessoas em nossas vidas, que são falhas, humanas e vão nos magoar. Outras vezes, essas pedras seremos nós mesmos, com nossa baixo autoestima, nossos pecados e fraquezas.

Precisamos confiar nos dons de Deus que estão em nós. Há tanta coisa boa dentro de nós que desconhecemos! Deixe vir para fora seu melhor. Tantos votos íntimos fazemos por experiências passadas: "nunca mais vou amar ninguém", "nunca mais vou ser feliz" e tantas outras. Hoje, não importam as raízes de nossas mágoas, se encontrarmos Deus e nos abrirmos a Ele, é certo que seremos curados.

Deus fecha a porta que entra a dor. Tem a dor que amadure e tem outra que destrói. Ele fecha a porta da dor destrutiva. Quando estamos com Ele, experimentamos sua grandeza e sua força, que nos direciona a sarar nossas feridas. Pode ser preciso perdoar, reconciliar e ter uma atitude generosa. Para cada um de nós Deus tem um remédio diferente.

Ele não coloca limites na felicidade daqueles que Ele ama. Pensamos que agradar-Lhe é fazer muito, mas agradar a Deus é obedecer-Lhe. O Senhor não quer pessoas somente eficientes, mas eficazes, que fazem acontecer. O que você quer ser: aquele que faz e não produz frutos ou aquele que faz acontecer e produz inúmeros frutos? Façamos nossa escolha e peçamos ao Espírito que nos ilumine, fecunde em nós Seu amor e nos ensine a amar.

Márcio Mendes
Membro da Comunidade Canção Nova.
www.cancaonova.com

 
 

xm732