Enriqueça a sua fé
 
Nosso sustento está em Deus
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 

A Palavra meditada, hoje, está em São Marcos 5,35-43.

35. Enquanto ainda estava falando, chegaram alguns da casa do chefe da sinagoga dizendo: "Tua filha morreu. Por que ainda incomodas o mestre?"
36. Jesus ouviu a notícia e disse ao chefe da sinagoga: "Não tenhas medo, somente crê."
37. Ele não permitiu que ninguém o acompanhasse, a não ser Pedro, Tiago e seu irmão João.
38. Quando chegaram à casa do chefe da sinagoga, Jesus viu a agitação, pois choravam e lamuriavam muito.
39. Entrando na casa, ele perguntou: "Por que essa agitação, por que chorais? A menina não morreu, ela dorme".
40. E começaram a zombar dele. Afastando a multidão, levou consigo o pai e a mãe da menina e os discípulos que o acompanhavam. Entrou no lugar onde estava a menina.
41. Pegou a menina pela mão e disse-lhes: "Talitá cum!" (que quer dizer: "Menina, eu te digo, levanta-te").
42. A menina logo se levantou e começou a andar - já tinha doze anos de idade. Ficaram extasiados de tanta admiração.
43. Jesus recomendou com insistência que ninguém soubesse do caso e falou para que desses de comer à menina.


Peçamos a Jesus, no dia de hoje, que aumente a nossa fé. Rezemos: "Jesus, eu confio em Vós, mas aumentai a minha fé".

Na Palavra de hoje, vemos um caso encerrado, uma situação sem volta, sem retorno, que Jesus e o pai da menina enfrentaram. O Senhor estava finalizando um diálogo com a mulher hemorrágica, que acabara de ser curada. Aquele homem estava esperando para falar com Jesus sobre as dores do seu coração, quando, naquele momento, avisam-no sobre a morte de sua filha. Algo que aquele pai estava tentando evitar, pois era a pior notícia que ele poderia receber.

Ele não teve tempo para se preparar para aquela triste notícia: "Tua filha morreu. Por que ainda incomodas o Mestre?". Quantas vezes, nós também escutamos isso: "Seu problema não tem solução. Por que você incomoda Jesus?" ou até mesmo: "Deixe Deus de lado, abandone-O e morra, porque já não há mais o que fazer". Cristo, no entanto, também ouve esse tipo de notícia, assim como ouviu sobre a filha do chefe da sinagoga. Diante de uma situação de desespero, de situações limites, Ele nos diz: "Não tenhas medo, não te desespere, só te peço que confies em mim."

Quantas situações violentas passamos nesta hora: desemprego, enfermidades e tantas outras! Nesses momentos de grandes perdas, o coração "quebra-se". Existem sofrimentos tão grandes que o coração racha, a dor se torna insuportável. Dizemos em oração: "Estou desesperado diante de tanto sofrimento! O que eu faço?". Jesus hoje nos fala: "Não se desespere".

O que uma pessoa pode fazer quando ela já está entrando em desespero? Não pode fazer nada. Nessa hora, tem de parar tudo. Humanamente, quando perdemos as forças e estamos a ponto de desmaiar, buscamos forças nos braços de uma pessoa amiga, na qual nos apoiamos até nos recuperar. O mesmo acontece quando somos tentados a nos render aos nossos desesperos, mas Jesus nos diz: "Não se desespere!". Nos momentos de sofrimento, agarre-se nos braços d'Ele.

A Palavra de hoje não nos fala "sede forte e corajoso", pois Jesus sabe que nossa coragem e força, nesse momento, já se foram, mas Ele nos dá o amparo.

Jesus disse no leito de morte daquela menina: "Levanta-te". Aquelas pessoas zombaram d'Ele, pois sabiam que a menina estava morta, mas sabemos que para o Senhor nada é impossível, nem a morte. Sabemos, na teoria, que precisamos estar nos braços de Deus, mas só conseguiremos entender isso quando O experimentarmos, seja por nós mesmos ou pelo sofrimento de outra pessoa.

Quando você não puder mais fazer nada, descanse em Deus. Quando não conseguir ser firme e corajoso, repouse no Senhor. Nesta manhã, talvez seu remédio seja apenas acalmar-se. Está na hora de confiar em Deus, pois o nervosismo pode levá-lo a fazer coisas sem razão. Confie em Jesus!

Deus vai mostrar o que fazer, assim que você se acalmar e confiar. Ele não vai pedir mais do que está ao seu alcance. Você foi lançado no fogo da provação, onde a dor foi tanta que suas forças o sucumbiram? Não entre em desespero. Jesus nos fala: "Confie em mim, Eu o sustentarei e o levarei a salvo".

Em alguns momentos, não adianta se fazer de forte. Nesta hora, a única solução é confiar em Jesus, pois Ele nos sustentará. Que o Espírito Santo faça brotar, do nosso coração, a confiança, pois Deus reserva uma força maior para as necessidades mais graves.


Márcio Mendes
www.cancaonova.com

 
 

xm732