Sacramentos
 
Vivendo o sacramento do perdão
 
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 

Prepare-se bem para fazer uma boa confissão!
Receba a plenitude da paz!

O Senhor esteja em seu coração, e o transforme!

O Senhor esteja em seus pensamentos, para que sejam nobres!

O Senhor esteja em seus lábios, para que anuncie sua bondade!

Seja você um(a) digno(a) filho(a) de Deus, e corresponda ao seu amor!

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Coloque-se agora na presença do Deus misericórdia!

Deixe que Ele olhe bem dentro de você e o ajude a avaliar a sua vida!

Reze e medite com muita confiança!

Senhor Jesus, ajudai-me a olhar sem medo para minha vida. Dai-me sinceridade para assumir fraquezas, erros e omissões. Que vosso Espírito Santo faça reconhecer minhas faltas de amor e meus atos egoístas. Mostrai-me claramente aquilo que estou falhando no amor para convosco, no amor para com as pessoas na minha família, no amor para com aqueles que me cercam e no amor para comigo mesmo. Dai-me humildade para arrepender, para pedir perdão com sinceridade e para decidir a ser melhor. Maria Santíssima, rogai por mim a vosso divino Filho! Amém!

A Palavra do Senhor é luz!

(Lc 15,3-7) Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo, Jesus contou-lhes esta parábola: ”Se um de vós tem cem ovelhas e perde uma, não deixa as noventa e nove no deserto, e vai atrás daquela que se perdeu, até encontra-la? Quando a encontra, coloca-a nos ombros com alegria, e, chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos, e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a minha ovelha que estava perdida!’ Eu vos digo: Assim haverá no céu mais alegria por um só pecador que se converte, do que por noventa e nove justos que não precisam de conversão”.
(ou Lc 19,1-10 – Lc 23,39-43 – Jo 15,1-8 – Jo 15,9-14)

- Reconheça seu pecado. Peça perdão. Encontrará assim, o caminho da verdadeira vida!
- Reconheça com humildade suas fraquezas, o Pai o abraçará e fará com você uma festa!
- Deixe agora a salvação entrar em seu coração. Só assim você será plenamente feliz!

Á luz da Palavra do Senhor, examine sua vida:

1- Deus ocupa o primeiro lugar em minha vida, em minhas decisões familiares, profissionais? Sua Palavra, seu Evangelho tem valor de decisão sobre a ética de meus atos?

2- Creio, confio e amo a Deus acima de tudo e de todos? Qual é o lugar da oração como diálogo com Deus ao longo de meu dia? Culpo a Deus, quando meus interesses são contrariados?

3- Participo de minha comunidade, principalmente das celebrações dominicais? Frequento a missa e recebo a santa comunhão?

4- Tenho mantido presença e diálogo dentro de minha família? Tenho cuidado com carinho dos idosos e doentes, principalmente de meus familiares?

5- Respeito a vida desde sua concepção? Deixo-me levar pelo ódio, pela agressividade? Tenho de deixado levar pelo instinto de dominação dos outros? Procuro reconciliar-me, pedindo e dando perdão das ofensas?

6- Tenho vivido minha sexualidade com responsabilidade e com amor? Deixo-me levar pelo erotismo e pelo instinto de posse do outro?

7 – Sou honesto e justo no meu trabalho? Apropriei-me de algo que pertence ao outro? Respeito tudo o que pertence ao comum do povo? Pago os impostos justos? Tenho explorado do trabalho de outras pessoas? Devolvi o que tirei indevidamente?

8- Falo e espalho facilmente os erros e fraquezas dos outros? Difamei gravemente alguém, causando-lhe prejuízo social? Tenho enganado ou acusado pessoas com mentiras?

9 – Tenho traído meu matrimonio com adultérios e outras infidelidades? Tenho sido sincero no diálogo familiar e na partilha dos bens? Sei escutar as alegrias e as dificuldades da minha família?

10- Sou grato a Deus por minha vida e por tudo o que tenho? Vivo reclamando e invejando os outros? Deixo-me levar pela ganância de ter sempre mais, sem me importar com os outros?

Ato de contrição – Súplica de perdão

Senhor meu Deus e meu Pai, eu me arrependo sinceramente dos pecados que cometi! Arrependo-me do mal que pratiquei e do bem que deixei de fazer! Reconheço que minhas atitudes, gestos e palavras ofenderam a vós, quando ofendi minha família, as pessoas que me cercam e a minha comunidade. Ajudado por vossa misericórdia, farei o possível para emendar a minha vida, para ter atitudes nobres, justas e leais e viver mais fielmente a vós!

Senhor Deus de misericórdia, tende piedade de mim, e consolai-me com vosso perdão! Amém!

Ao confessar-se:

- Apresente-se diante do sacerdote com a fé de quem se apresenta diante do próprio Jesus, de quem o sacerdote é ministro.

- Apresente-se dizendo: “Padre, dai-me vossa benção porque pequei!”

-Diga a quanto tempo foi a sua última confissão. Pode informar sobre seu estado civil ou profissão.

-Quando seu pecado envolve outras pessoas, seja discreto e procure limitar-se a sua responsabilidade pessoal.

- Ouça os conselhos do sacerdote, e espere que o sacerdote imponha as mãos sobre você e reze a oração da absolvição.

-Preste atenção no ato de penitência ou de reparação que o sacerdote lhe pedir. A penitência não é pagar os pecados, mas para ensinar a não pecar, é escola de santidade!

Oração de agradecimento

Senhor Jesus, agradeço-vos de todo coração pela graça de minha confissão e pelo perdão recebido. Obrigado pelo ministério da Igreja, que me dá a segurança desse perdão. Que vossa paz envolva todo o meu ser e me faça viver e conviver com alegria. Fazei que eu comunique a todos essa paz. Dai-me força de perdoar de coração a todos que me ofenderam. Fazei que eu possa reparar com amor e generosidade todo o mal que tenha causado a alguém. Maria Santíssima, Senhora Aparecida, obrigado por me acolher em vossa casa e me conduzis a vosso Filho. Vos prometo, de todo o coração, viver sempre na presença de Deus, participar melhor da minha Comunidade e agir como cristão na sociedade. Dai-me vossa benção materna! Amém!
Pai Nosso...
Ave-Maria...
Glória ao Pai...

O Senhor te abençoe e te guarde! O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face, e se compadeça de ti! O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz! (Nm 6,24-26)
Vá em paz e o Senhor te acompanhe.

 
 
xm732