Nossa Senhora Aparecida
 
Apareceu milagrosamente na rede dos pescadores
 
Leia os outros artigos
 

No dia 12 de outubro, o povo brasileiro manifesta, de modo especial, seu grande amor à Mãe Aparecida. Este nome “Aparecida” surgiu em decorrência do aparecimento milagroso, em 1717, na rede dos pescadores Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso, no rio Paraíba, de uma imagem sem cabeça de Nossa Senhora da Conceição. Depois que lançaram a rede outras vezes, veio a parte que faltava, a cabeça. Os humildes pescadores lavaram a imagem cuidadosamente e a envolveram em panos, continuando a pesca. Até então, não tinham pescado absolutamente nada. Estavam preocupados, pois tinham um compromisso de fornecer uma enorme quantidade de peixes para a Câmara local na então vila de Guaratinguetá, no Vale do Paraíba. Por ali iria passar uma comitiva de Dom Pedro de Almeida e Portugal, Conde de Assumar e, esta pequena vila estava empenhada em receber bem tão grande autoridade, preparando-lhe um banquete.

Logo após o aparecimento da imagem de Nossa Senhora na rede desses pescadores, eles pescaram tantos peixes que foram obrigados a finalizar seus trabalhos.

Filipe Pedroso, levou a imagem para casa. Era a imagem escura de Nossa Senhora da Conceição, feita de terracota. Essa imagem ficou com ele por 15 anos. Tendo que mudar para Itaguaçu, Filipe deixou-a com seu filho Atanásio. O filho construiu um simples oratório para Nossa Senhora e convidou os amigos e vizinhos para rezarem o Terço, A partir desse momento tem início os prodígios e milagres. É do conhecimento de todos os devotos de Nossa Senhora Aparecida o episódio daquela noite em que estavam reunidos rezando o Terço, quando subtamente, sem nenhuma corrente de ar, as velas se apagaram. Silvana Rocha dirigindo-se ao singelo altar para acendê-las, as velas se acenderam sem a intervenção de ninguém.

Nossa Mãe, de cor escura, manifesta-se contra a escravidão, quando o escravo Zacarias implora que o liberte do jugo de um senhor cruel. Milagrosamente, caem de suas mãos os ferros que o aprisionavam. Nossa Senhora atendera sua súplica e colocara-se a favor do negro escravo, demonstrando claramente sua desaprovação aos sofrimentos impiedosamente impostos ao escravo.

As graças concedidas cada vez eram mais numerosas e o pequeno local onde estava o oratório tornou-se insuficiente para acolher tão grande número de devotos. Era preciso construir um local mais adequado. Em 1743 começou a construção de uma capela mais ampla, tendo sido concluída em 1745. Multiplicaram-se as romarias e essa capela teve que passar por diversas reformas para ampliação. Ela acabou sendo substituída por um santuário inaugurado em 1888.

Em 1894 chegaram os Missionários Redentoristas, que difundiram por todo o país a devoção a Nossa Senhora Aparecida.

A coroação de Nossa Senhora Aparecida deu-se no dia 8 de setembro de 1904, portanto há cem anos atrás, onde Dom José de Camargo Barros colocou sobre a imagem uma coroa de ouro e pedras preciosas doada pela Princesa Isabel. em 1929, 25o ano da coroação, houve um Congresso Mariano onde o povo brasileiro devotando um grande amor e afeto à Virgem Maria, mostrou o desejo de que Nossa Senhora Aparecida fosse declarada Padroeira do Brasil. Atendendo ao pedido dos brasileiros, o Papa Pio XI, a 16 de julho de 1930, proclama Nossa Senhora Aparecida Padroeira da Nação Brasileira.

Com o passar do tempo, a primeira Basílica tornou-se pequena para a multidão de romeiros que acorria à Aparecida, era preciso acomodar melhor essa multidão de devotos. Tem início a 11 de novembro de 1955 a construção da atual Basílica, chamada Basílica Nova. Em 1984 a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil declarou oficialmente a atual Basílica de Aparecida como Santuário Nacional.

A pequena imagem de Aparecida representa para nós, povo brasileiro, o imenso amor por nossa Mãe Maria. Nosso povo reconhece a forma simples e singela que Nossa Senhora escolheu para se manifestar ao povo sofrido. A devoção Mariana do brasileiro é toda especial porque especial é Aquela que disse SIM. Especial é Aquela que colaborou plenamente com o plano de Deus. Maria, aceitando a encarnação do Verbo, permitiu que a intensidade do amor de Deus se manifestasse, tornasse simples no seu seio: “Faça-se em mim segundo a tua palavra!”

E assim, firme e radical deve ser também a nossa resposta a Deus e aos nossos irmãos. Imitando a Virgem Maria, mulher de oração e ação, conhecedora das Escrituras e profecias, é que devemos nos colocar a serviço de Deus e da humanidade.

Que Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, venha em nosso auxílio para que possamos realizar o que o Senhor nos pede. Sendo Ela, um modelo de resposta à vontade de Deus, possa nos ajudar a responder sim à vontade do Altíssimo.

Salve Maria! Salve Nossa Senhora Aparecida!

Por: Luiz Alberto Massarote



 
 
xm732