Com a palavra...
 
Ano desejado
 
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 

Ao iniciarmos um novo ano, em geral queremos algo de novidade, ou de melhor. Problemas superados! Maior felicidade! Saúde! Melhor Política! Eleições limpas! Crescimento na fé! Mais compreensão e fraternidade! Até novidades na orientação da Igreja! Bênçãos de Deus! Família unida! Jovens bem formados e superando as armadilhas da droga e da morte! Mais respeito à coisa pública! Políticos que servem e não se servem do povo! Alguém gostaria até de ganhar na loteria!

Precisamos olhar o ano novo em si, mas não desvinculado de toda a vida. Cada dia apresenta suas preocupações e ocupações. É preciso direcioná-las para o todo da existência. Perguntamos: O que queremos do ano e da vida? A realização pessoal depende do como convivemos com o semelhante. Não somos ilhas isoladas. O bem pessoal depende do bem comum. Quanto mais desenvolvemos nossos dotes pessoais, colocando-os a serviço do semelhante, mais resultado de grandeza pessoal teremos. O próprio Filho de Deus veio nos mostrar como fazer isso. Só quem dá de si pelo outro cresce em dignidade e realização pessoal. Mostrar-se realmente humano leva-nos a olhar pelo bem do mais carente em todos os níveis. Quanta carência de amor, ternura, compreensão, misericórdia, justiça e bondade muitos apresentam na família, na comunidade e na sociedade! Só tem vida quem é capaz de até dar a própria pelo bem do próximo!

O ano se torna bom para quem implanta a bondade, mesmo tendo que enfrentar os desafios dos problemas e sofrimentos do dia a dia. É justo, porém, que tiremos as causas dos sofrimentos. Na união de esforços podemos fazê-lo de modo suficiente a que muitos sofram menos. Ajudar a aliviar os sofrimentos dos outros é uma grande missão. Quantas organizações, associações e grupos de serviço samaritano existem e merecem nosso apoio para ajudar as pessoas a se sentirem assistidas, amadas, promovidas e felizes! Seremos avaliados e recompensados por Deus com o referencial do amor e da caridade colocados em prática. A intelectualidade, a riqueza ou economia material, a formação, a religiosidade e todo o potencial individual só produzem bons frutos quando colocados a serviço do amor à pessoa humana. O próprio Jesus lembra que a árvore boa se conhece pelos frutos.

Pedimos as bênçãos de Deus paro todo o ano que se inicia. De modo especial pela conversão dos pecadores. Dos que usam de sua posição para explorar a boa fé do povo. Dos que mentem e compram as consciências com o dinheiro da corrupção. Dos inescrupulosos que exploram os mais fracos com a mentira e o roubo. Dos que agridem os frágeis e indefesos, a mulher, a criança, o idoso, os discriminados...Pedimos para que os bons não se cansem de trabalhar pela vida, pela boa família e pela dignidade humana, seja pessoal, seja comunitária, seja religiosa, seja política. A Virgem de Nazaré seja um espelho para todos os que desejam realizar na própria vida o projeto de Deus. Assim a vida encontra sentido. O Ano Novo se torna um degrau importante na caminhada existencial! Então seremos gratos a Deus porque Ele nos fornece um tempo importante para tornar a vida realmente boa e de sentido para todos!

Dom José Alberto Moura, CSS
Arcebispo Metropolitano de Montes Claros

 
 
xm732