Formação Humana na catequese
 
Diálogo: O que é?
 
Leia os outros textos sobre Formação Humana na catequese
 

a) Para ler: João 8, 1 - 11 e João 4, 7 - 30. 39 - 42

b) Para conversar
1.
Qual foi o método usado por Jesus para expor suas idéias nos dois trechos acima?

2. Qual é a diferença entre obedecer por medo ou por amor?

3. Por que uma palestra de que você pode participar é mais interessante da que pode somente ouvir?

c) Para saber
Quando só uma pessoa fala e outras escutam, isso é monólogo. Quando duas ou mais pessoas trocam idéias de igual para igual, isso é diálogo.

Graças ao diálogo, Jesus conseguiu mostrar àqueles judeus que perdoassem a mulher adúltera. No caso da samaritana, pelo diálogo Jesus mostrou-lhe que ele era o Messias, aquele que tanto esperavam.

No diálogo não se trata de impor a razão do mais forte (isso seria monólogo), mas trocar idéias sobre o que é realmente verdadeiro ou falso na questão discutida. No caso da família, há dois modos de se obedecer: por amor ou por medo. Quando os pais conversam com os filhos e lhes mostram que devem seguir suas orientações por este ou aquele motivo. e ouvem as razões e as explicações dos filhos, há uma espécie de acordo entre eles, e os filhos passam a obedecer porque viram que é o melhor caminho.

Esses pais que sabem dialogar, conversar com os filhos, não precisam se preocupar mais, pois sabem que os filhos vão seguir o bom caminho. Quando os filhos obedecem por medo, logo que estiverem longe do alcance dos pais, vão cair no erro e desobedecê-los.

Saber dialogar, antes de tudo, é reconhecer possíveis erros nas próprias opiniões e ter a humildade de voltar atrás e recomeçar do modo correto. Isso é algo muito difícil e é por esse motivo que há tantas coisas erradas: ou as pessoas não reconhecem que erraram, ou não têm humildade suficiente para assumirem uma direção mais acertada.

Numa palestra-monólogo, o palestrista fala sozinho e muito dormem. Numa palestra dialogada, todos aproveitam melhor, mas o palestrista terá muitas vezes de refazer suas idéias a respeito de várias coisas com as quais o auditório não concordou. Isso é diálogo. Isso é coragem e desejo de acertar. Isso é cristianismo.

d) Para viver

Coloque em sua cabeça que algumas coisas que você pensa ou segue podem estar erradas ou no mínimo desatualizadas. Procure conversar (= dialogar) com pessoas que estejam mais por dentro doassunto e faça uma revisão de suas convicções.

A samaritana mudou completamente de opinião depois de seu diálogo com Jesus. Talvez você também precise mudar muitos pontos de vista para crescer na santidade e no amor cristão e como pessoa humana.

e) Para fazer

Combine em assistir a algum filme ou trecho de novela (em suas casas) e depois conversem se houve diálogo ou simples monólogo no trecho assistido.

Reflitam sobre as cenas assistida, se elas correspondem a um comportamento cristão, se não corresponde o que é que está errado? Como o cristão deve agir nessa circunstância? Enfim crie um diálogo a esse respeito.

f) Para rezar
Senhor Deus, / que em nossas orações sempre deixemos alguns instantes de silêncio / para que ela não se torne um simples monólogo, / mas um diálogo, / em que vós possais falar conosco. / Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

 
 
xm732