Colunas
 
Somos tão maus assim?
Por: DOM ALOÍSIO ROQUE OPPERMANN
SCJ ARCEBISPO DE UBERABA, MG
 
Leia os outros artigos
 

Os ateus militantes estão recebendo espaço em muitos dos nossos veículos de comunicação. Richard Dawkins escreveu um livro de “catequese” contra Deus. Entre nós tornou-se o livro mais vendido nas últimas semanas. (Também fomos nós que compramos o “Código Da Vinci” – só para ver – e engordamos as burras do autor dessa fantasia).

Para mim, que todos os dias rezo filialmente “santificado seja o vosso nome” (Mt 6, 9), é uma dor precisar suportar a audácia dos que falam contra meu bom Pai (2 Pd 2, 10).  Se esses “apóstolos” estivessem convictos de suas negações, ficariam quietos e apenas lamentariam a nossa ignorância.

Mas, não. Vem em cima das nossas convicções “com malhos e martelos” (Sl 79), porque nos declaram culpados das maiores injustiças e violências da história. “Meu grande sonho é a destruição completa das Religiões” (RD). Por eu ser um “Oficial” da Igreja Católica, como Bispo, responderei apenas em nome desta. Pelas outras haverá quem responda.

Quero chamar ao raciocínio, e até ao diálogo, puxando o assunto do século XX, como exemplo. As duas grandes Guerras Mundiais, nas quais pereceram mais de 60 milhões de pessoas, porventura foram provocadas pela religião católica? Quem é honesto, veja quem foram seus promotores.

Também a implantação do comunismo na Rússia e na China ocasionou o massacre de mais de 40 milhões de seres humanos. Porventura, nós temos culpa nisso? E a limpeza étnica nos Bálcãs, a destruição de tribos e povos em vários países da África...Fatos a perder de vista.

Mas não quero silenciar sobre o maior delito perpetrado no último século: a matança de centenas de milhões de inocentes, que não puderam nascer. Motivo principal: limitação da natalidade. Isso foi num volume, nunca alcançado, em época nenhuma da história. A Igreja, antipática ao extremo, se opôs tenazmente a essa prática. Quem promoveu isso? A sinceridade responderá.

Vê-se que o argumento contra a Igreja precisa ser corrigido ! “Senhor, voltai-vos para nós e seremos salvos” (Sl 106, 47).

 
 
xm732