Colunas
 
Educar para a paz!
Por: Padre Wagner Augusto Portugal
 
Leia os outros artigos
 

Estamos iniciando mais um ano civil. A Santa Igreja, desde os tempos do Papa Paulo VI dedica o primeiro dia de janeiro para a Jornada Mundial de Oração pela Paz.

O Papa Bento XVI em sua alocução para 2013 afirma que "são bem-aventurados os obreiros da Paz, porque deles é o Reino dos Céus!".

Num cenário internacional de violência e guerras, o Papa, nos matricula na escola da paz, do diálogo e da concórdia para que seja cessada a violência a homens e mulheres de diferentes etnias ou religiões para coabitar o mundo.

Bem perto de nós assistimos a uma virada de ano violenta, aonde o império do "mal", da "força bruta"  ou mesmo da ignorância prevaleça.

Na virada do ano, um dono de restaurante do litoral paulista tira a vida inocente de um estudante de Campinas, SP, apenas por causa de um refeição de 19,99. Que brutalidade! Aonde chegamos?

Como uma pessoa desequilibrada pode oferecer refeição a indefesos turistas apenas por falta de diálogo que gera a torpe violência ceifando a vida humana.

Observamos, ainda, no dia 01 de janeiro a simulação de um sequestro para interesses que não são os do povo.

Por motivos banais se retira a vida humana e todos nos sentimos inseguros e reféns de um mundo que não respeita mais o ser humana, como obra maior da criação divina.

O mundo clama por paz! Paz nas Nações e regiões de conflitos,  mas a paz concreta no nosso dia a dia, das capitais e interior,  da cidade e da zona rural, onde o império do bem, da justiça, do respeito humano e do temor de Deus seja ensinado como fundamento de uma sociedade democrática do direito, que valorize a vida e viva em paz!

A nota fundamental de 2013 é educar e investir na paz em todos os setores! Que possamos educar as novas gerações na valorização da vida e na construção da paz!

 
 
xm732