Colunas
 
Ascensão
Por: Padre Wagner Augusto Portugal
 
Leia os outros artigos
 

A Ressurreição de Jesus é celebrada e festejada na Páscoa após toda uma vida de peregrinação vivenciada na terra. Jesus ressurreto promove várias aparições a seus discípulos para que os mesmos pudessem ter a certeza de que tudo que fora dito por Ele, se cumpriu.

Ascensão significa “subir”. Ascensão de Jesus ao Céu significa, portanto, a Sua subida Gloriosa ao Céu, junto de Deus. Depois do evento Cristo Ressuscitado, ocorre o retorno do Filho de Deus ao Céu, pois uma vez vindo de Deus, também para Deus haveria de voltar.

Há uma seqüência lógica na organização da liturgia da Igreja para melhor celebrar o mistério da fé. Primeiro Jesus peregrina por vários lugares em sua missão, passa pelo suplício do Calvário, morre, ressuscita e se ascende ao céu. Estamos acostumados a enxergar a ascensão de Jesus como um ato mágico em que Ele sai do túmulo, ressuscitado e vai passando pelas nuvens até chegar ao céu. Não podemos ficar simplesmente com esta visão, mas precisamos entender que a celebração da Ascensão nos garante o cumprimento da missão de Jesus na terra como enviado de Deus. Sua subida para o alto não é algo que vai demonstrar para nós uma distância definitiva, mas ao contrário, nos faz crer que, Jesus estando junto do Pai, se faz ao mesmo tempo, presente na vida de todos os filhos de Deus. “Ele está no meio de nós” e sempre estará, “Cristo ontem, hoje e sempre”.

Assim como a Páscoa, a Igreja também celebra a Ascensão de Jesus ao Céu como um ato vitorioso da fé. Esta solenidade é celebrada cerca de quarenta dias após a Ressurreição de Jesus, que é a Páscoa, e uma semana antes do domingo de Pentecostes. Procede desta forma a liturgia da Igreja para nos dar sempre a idéia de que quando Jesus sobe para o céu, Ele o faz para nos enviar a presença do Espírito Santo Paráclito, com a riqueza de todos os seus Dons.

Em suma, a Ascensão de Jesus Cristo ao Céu, é celebrada ainda no Tempo Pascal, é o tempo da alegria e o tempo da vitória. A Festa do Espírito Santo no domingo seguinte ao domingo da Ascensão vem trazer a plenitude divina sobre os filhos de Deus para que os mesmos, possam dar pleno cumprimento a missão. Uma vez vivendo os preceitos de Deus, o Cristo nos dá a certeza de que um dia também nós, vamos passar pelo vale da morte, pela Ressurreição e chegaremos junto de Deus com a certeza da missão cumprida.



 
 
xm732