Colunas
 
O poder / autoridade
Por: DOM PAULO MENDES PEIXOTO
BISPO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP
www.bispado.org.br
 
Leia os outros artigos
 

Ter poder e autoridade é ser porta-voz de Deus, que fala e age de modo confiável, conforme era feito pelos profetas no Antigo Testamento bíblico. Jesus é apresentado pelos evangelhos como modelo, com sinais que confirmavam e autenticavam sua palavra.

Aproximam-se as novas eleições, momento em que teremos que escolher os próximos dirigentes. Eles devem ser pessoas acessíveis, coerentes e próximos das pessoas. Deverão ser porta-vozes de Deus e do povo, autênticas em relação ao que dizem e fazem.

O verdadeiro poder-autoridade é daquele que escuta Deus na consciência e leva em conta as necessidades do povo. É alguém cujas palavras são confirmadas pelos fatos, como o fez Jesus, se identificando com a vontade do Pai, sendo Messias-profeta.

O povo via em Jesus o representante fiel de Deus. Ele era diferente dos escribas e fariseus, das falsas autoridades e exploradoras da comunidade. Tinha os poderes de Deus e isto era reconhecido por ser claro e transparente em tudo que fazia. Era confiável.

Deus deu poder a todas as pessoas livres. Quem age sem liberdade não agem em nome de Deus e prejudica a comunidade. Aqui está a fonte de responsabilidade no momento das escolhas. É por isto que dizemos que “o voto não tem preço, tem consequências”.

O reino da terra deve estar em sintonia com o reino do céu. Os dois têm suas mediações que devem ser trabalhadas por todos nós. Entre elas podemos destacar a administração pública, o uso do poder e da autoridade, a vida de comunidade, de família etc.

É muito importante estar preocupado com a causa do reino de Deus, isto é, com a justiça e o bem do povo. As injustiças impedem o exercício da liberdade e dificultam a felicidade. Não podemos perder de vista o sentido último de tudo quanto fazemos.

Deus está com quem é autêntico. Isto tem que ser reconhecido pelo povo, seja na hora das escolhas, como também acompanhando e cobrando na hora da administração. É fundamental construir uma sociedade cujo mal seja superado.



 
 
xm732