Colunas
 
Guajará Mirim
Por: DOM PAULO MENDES PEIXOTO
BISPO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP
www.bispado.org.br
 
Leia os outros artigos
 

Dentro do Programa “Igrejas Irmãs”, a nossa diocese, despertando o seu espírito missionário, vem dando uma contribuição à diocese de Guajará Mirim, enviando para lá três sacerdotes, tendo em vista a carência de padres vivida por aquela Igreja Particular.

Dois dos nossos padres, Pe. Adão Reis e Pe. Edvaldo Rosário Calazans estão atendendo Cerejeiras, cumprindo um contrato que fizemos de cuidar dessa paróquia durante seis anos. O Pe. Pedro da Silva, que já está em Guajará Mirim há mais de oito anos, foi convidado a acompanhar a Pastoral da Juventude no Regional Noroeste da CNBB.

Neste início de dezembro, por ocasião das Festas dos trinta anos da diocese e de episcopado de D. Geraldo Verdier, estive em Guajará Mirim, para uma avaliação de caminhada desses padres naquela diocese. Reunimo-nos todos com D. Geraldo e sentimos o quanto tem sido positiva esta ajudar.

Sabemos que um trabalho “ad gentes” não é fácil. O espírito tem que ser mesmo missionário, arregaçando as mangas e investir na missão. O que pude sentir é a alegria e o contentamento de ambos os padres. Estão conscientes da importância do trabalho que realizam nessas terras no Estado de Rondônia.

Outra realidade que identifiquei foi a atitude de gratidão daquele povo, que não se sente como ovelha sem pastor. São muitos desafios, muitas dificuldades, muitas distâncias, mas muito acolhimento e espírito de fraternidade. Vejo que vale a pena ter esta coragem e este desprendimento.

O testemunho de nossos irmãos sacerdotes, em Igrejas do norte do país, deve motivar e sensibilizar o coração de outros para o mesmo espírito missionário, ajudando a “refrescar” um pouco as carências vividas pelas Igrejas Particulares da Amazônia. Entendo isto como um gesto de grandeza cristã.

Esta prática missionária deve motivar o nosso trabalho de organização do Conselho Missionário Diocesano, servindo de base para uma ajuda mais consistente e comprometida com a Igreja do Brasil e da América Latina. Nós das Regiões do Sul podemos ajudar os nossos irmãos que lutam por uma Igreja mais atuante no norte do país. Devemos investir nisto e acreditar na força da união.



 
 
xm732