Colunas
 
Atenção
Por: DOM PAULO MENDES PEIXOTO
BISPO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP
www.bispado.org.br
 
Leia os outros artigos
 

Estamos começando o novo Ano Litúrgico e também a caminhada para os acontecimentos que envolvem as Festas do Natal. O Advento é tempo preparativo e de reflexão, nas comunidades cristãs, sobre o nascimento do Menino Deus nesta chegada do fim do ano. Tempo de avaliação, agradecimento e projeção de perspectivas.

O Natal deve acontecer no íntimo de cada pessoa. Assim sendo, toda a comunidade passa a ser beneficiada porque as atitudes pessoais se tornam mais saudáveis. Mas é preciso prestar atenção no verdadeiro sentido cristão do Natal, na sua espiritualidade e ser mais vigilante.

Estamos num momento de luz. Jesus nasce como luz para o mundo todo, abrindo caminho para a realidade da dignidade da vida. Da nossa parte, cabe-nos abrir os olhos e enxergar o bem e o mal e decidir por uma escolha consciente do que seja realmente melhor.

É hora de superação de tudo que causa destruição e que ameaça o valor da vida. Podemos destacar o individualismo, a violência, o desrespeito para com a natureza e a banalização da vida. É importante usar o que edifica, com gestos de solidariedade.

Muitas atitudes causam trevas, apagam luzes e são desonestas. Por isto, Advento é tempo de conversão, de superar acomodação, inércia, passividade, com reação determinada diante das forças do mal. É questão de vigilância constante.

No presépio, Jesus aparece como luz, uma estrela. Só Ele é capaz de iluminar o caminho de quem anda na escuridão, numa vida escondida nos porões da maldade, da injustiça e da desonestidade. Ele nasce em Belém como força libertadora.

O nascimento de Jesus trouxe mudança radical na história. Agora vivemos uma mudança de época, que ocasiona desafios e exige atenção e prontidão de nossa parte. Muitos falsos valores precisam ser superados para o surgimento de uma nova sociedade.

Estão em evidência a corrupção, o mau uso dos recursos naturais e o desrespeito à vida. Preparar para o Natal é ter atenção a estas questões ameaçadoras e lutar por uma vida de mais solidariedade, amor e paz.



 
 
xm732