Colunas
 
Quaresma
Por: DOM PAULO MENDES PEIXOTO
BISPO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP
www.bispado.org.br
 
Leia os outros artigos
 

É um período especial, dentro de um período de quarenta dias, na vida do cristão, tendo sua origem em fatos acontecidos na vida de Moisés, de Elias e de Jesus Cristo, dentro do projeto da História da Salvação. Normalmente é tempo que prepara algum acontecimento mais significativo. Na vida dos cristãos, é a chegada da Páscoa do Senhor.

Junto com a Quaresma, acontece também a Campanha da Fraternidade, neste ano de 2010, valorizando a vida através dos bens que possuímos. Por isto, o tema escolhido é “Economia e Vida”, mostrando no lema que não é possível servir a Deus a ao dinheiro ao mesmo tempo.

Somos motivados a pensar em como viver a fé num contexto de miséria e fome, na falta de saúde e moradia, de precariedade no trabalho e de insegurança generalizada. Como ter liberdade e dignidade no mundo da cultura secularizada e violenta como acontece hoje em nosso país!

Existe a tentação do poder, da riqueza e da religião mágica, com o uso indevido do nome de Deus para conseguir vantagens pessoais. Sem propósitos firmes, acabamos sendo vencidos, criando valores absolutos que não levam ao verdadeiro sentido da vida com dignidade e feliz.

A vontade das pessoas para a realização do bem não depende apenas de nós. Estamos rodeados de apelos materialistas, enganosos e massificadores. Por isto é indispensável buscar a força do alto para apostar naquilo que realmente nos livra das tentações inconsequentes.

Necessitamos de convicções bem firmes, tendo como modelo o caminho deixado por Jesus Cristo. Ele não se deixou levar pelos ídolos que escravizam. Para Ele a justiça e a vida estão em primeiro lugar e devem ser defendidas a todo o momento.

A vida é provada na história. É fundamental uma base de fé, que passa pelo crivo das tentações para não se tornar acomodada e morta. Assim pretendem a Quaresma e a Campanha da Fraternidade, levando-nos para uma luta constante na realização da paz e da vida, como valores pelos quais não podemos abrir mão.



 
 
xm732