Colunas
 
Oferta para todos
Por: DOM PAULO MENDES PEIXOTO
BISPO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP
www.bispado.org.br
 
Leia os outros artigos
 

A marca característica de cada pessoa humana é a sua liberdade, ou capacidade de escolha, tendo como finalidade de vida a alegria de ser livre. Isso só acontece realmente quando nos libertamos de tudo o que é opressão e dominação, fato difícil numa sociedade que se prima pela luta pelo poder e se submerge na alienação.

Estamos no tempo do Advento, de preparação para o Natal de Jesus Cristo. É caminho de liberdade interior, entendido como um dom ofertado a todas as pessoas. Mas a real liberdade só acontece no amor dinâmico que conduz à prática da solidariedade e da justiça. O egoísmo e a injustiça criam, sem duvida, opressão.

A mensagem do momento é de esperança e não de cativeiro, de vida nova e de confiança naquilo que está por vir. É realidade de inquietação, de mudança de atitudes e de reconhecer que, celebrar o Natal é reformular todos os propósitos de vida. Ser capaz de se realizar num caminho de liberdade e de novas forças.

Muitas pessoas vivem oprimidas, sufocadas em dívidas, em vícios e expostas a todo tipo de influência que prejudica. Em muitos casos, isto é fruto de desequilíbrio e de atitudes de injustiça e opressão. É hora de acertar a vida, superar as barreiras e descobrir a misericórdia de Deus no Natal.

A humanidade tem sempre uma história de caminhada, e busca uma liberdade incondicional de vida. O Natal é uma oferta de construção de uma nova história, não marcada por ambição e exploração por parte das pessoas, que geram a morte. O que Jesus faz, em vez de tirar vidas, entrega a própria vida, a fim de que todos possam viver bem.

O caminho de Jesus é proposta aberta a todos, desde que se transforme e endireitem o próprio caminho para serem livres e salvos. É projeto que supõe coragem e ser assumido com ideal de vida como desafio. Passa por discernimento que leva a escolher, no amor, o que é melhor para todos. Amor gera vida.



 
 
xm732