Colunas
 
O Serviço a todos
Por: DOM PAULO MENDES PEIXOTO
BISPO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP
www.bispado.org.br
 
Leia os outros artigos
 

Todo caminho se faz normalmente caminhando e aprendendo com aqueles que já têm experiência. Ninguém nasce sabendo e totalmente feito. Assim aconteceu também com os seguidores e discípulos de Jesus Cristo que, caminhando com Ele, foram entendendo a sua mensagem e seu objetivo de vida.

A grande exigência de Jesus é que os batizados sejam servos de todos, com capacidade de receber cada pessoa como se fosse o próprio Cristo. Isto entra em choque com os moldes da atual cultura, que faz fortes discriminações entre os mais fracos, marginalizando a muitos.

Mas o projeto divino, mesmo com toda clareza de Jesus, não é bem entendido pelos cristãos. É aquele da dignidade e da humildade, comparando as pessoas com a simplicidade e o modo de ser de uma criança. É grande aquele que se faz servo de todos.

Os discursos dos maus causam divisão e conflitos, porque não levam consigo a sabedoria que vem de Deus. Com facilidade criam tensões entre a prática de Jesus e a da injustiça. O ímpio não suporta o justo e age para destruí-lo.

Por outro lado, quem age com a identidade do justo, acaba denunciando a ação maldosa do ímpio, provocando também conflito. Portanto, somos divididos e temos que discernir o caminho que queremos seguir.

Os que estão convencidos de sua missão não levam em conta as consequências daí provindas. Procuram agir com coragem, principalmente tendo em si a sabedoria dos justos. Tornam-se servos para realizar o bem a favor dos injustiçados.

É importante não caminhar na contramão da vontade do Senhor. Às vezes agimos com duplicidade, como justos e como ímpios. É preciso saber escolher e fazer a opção pela vida. Servir a todos é um desafio e um investimento eterno, de renúncia e determinação.

É feliz quem faz a vontade de Deus, servindo com despojamentos a todos os semelhantes, como imagens e semelhanças de Deus. Isto é uma oferta agradável ao Senhor. É o gesto supremo do amor transformado em doação e partilha com os irmãos.



 
 
xm732