Colunas
 
Venha sobre nós a vossa luz, Senhor!
Por: DOM EURICO DOS SANTOS VELOSO
ARCEBISPO EMÉRITO DE JUIZ DE FORA, MG.
 
Leia os outros artigos
 
Para enviar esse texto automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
Leia os outros artigos
 

Na Epifania, Deus, revela o mistério do vosso Filho Jesus Cristo como luz para iluminar todos os povos do caminho da salvação.

Somos chamados, nesta solenidade, a ter as mesmas atitudes dos Magos. Os Magos significam, que oferecendo ouro, incenso e mirra que a salvação é destinada a todos aqueles e aqueles que aderem a Jesus Cristo.

Por isso três são as atitudes fundamentais desta solenidade. A primeira é a adoração: os magos viram a estrela, deixaram tudo para traz e colocaram-se como peregrinos no caminho a descobrir aonde estava Jesus e foram adorá-Lo. Todos os que adoram a Jesus Cristo recebem a salvação.

A segunda atitude é vencer a indiferença, que foi o sentimento dos sacerdotes, que sabiam aonde Jesus iria nascer e não foram ao seu encontro por comodismo. E, por fim, a última atitude que devemos ter é a de superar a rejeição de Herodes que queria matar Jesus. Ainda hoje há muitos Herodes que querem matar Jesus, que querem calar a voz da Igreja e da sua manifestação ao mundo.

Acolhendo Jesus, Aquele que é manifestado ao mundo, nós nos colocamos de joelhos diante da gruta de Belém que estende os seus braços para acolher a todos as pessoas que querem seguir Jesus.Basta que voltemos nossos corações e nossos olhares para o Cristo, buscando-O com o coração sincero. Que esta luz divina, que o Cristo, ilumine toda a nossa vida.

Deus, pela Epifania, iluminando todos os povos, une a todos em seu Filho Jesus Cristo pedindo que venha sobre nós a vossa Luz, a Luz de Cristo para que possamos anunciar sempre um mundo de paz e de fraternidade, onde as diferenças sejam acolhidas de modo enriquecedor, como os Magos. Não oferecemos mais ouro, incenso e mirra, mas o nosso próprio coração, no testemunho e no efetivo empenho,de construirmos um mundo sem preconceito, sem discriminação, um mundo não de Herodes e do Mal, e da Maldade, mais um mundo do Sumo Bem, do Perdão, da busca generosa de Deus com coração sincero para aspergir a Cristo luz que traz vida e salvação!

 
 
xm732