Formação de Catequista
 
Modelo Escolar
 
Leia os outros artigos
 

PRINCÍPIOS:

- continua acentuando as verdades das quais o catequizando é receptor

- aprofunda e defende os dogmas e as verdades

- Pio X torna a catequese mais sistemática com mais frequência aos sacramentos

- debelar a ignorância religiosa, principal mal moderno

- predispor a criança para receber bem os sacramentos

- escola, a grande aliada da catequese

CATEQUISTA:

- tem que ser hábil didata, como todo professor

- deve testemunhar com a vida o que fala

- deve ser bem relacionado com os catequizandos (alunos de catequese!)

- bem relacionado com os alunos

- conhece bem sua psicologia e as necessidades dos catequizandos

CATEQUIZANDO:

- catequizando tem dever de aprender assimilar e viver a doutrina

- deve participar das atividades através de cantos, pesquisas, desenhos, empenho na caridade

- é receptor de instrução de catequista, que sabe! Não caminham juntos...

MÉTODO:

- intuitivo: procura despertar a verdade através de elemento perceptivo

- é gradual, subdivide os programas

- ativo, suscita interesse

- marcado ainda por "noções"

- catequese = aula

- catequista = professor (a)

- catequizando = aluno (a)



 
 
xm732