Formação de Catequista
 
Modelo Psicológico
 
Leia os outros artigos
 

PRINCÍPIOS:

- começou a ser utilizado mais no começo do século XX

- atende mais às necessidades das pessoas; mais ligada à vida

- utiliza imagens, desenhos, estórias, histórias, lendas

- as celebrações litúrgicas e a Bíblia são mais valorizadas

- a verdade abstrata é apresentada através de Fatos Bíblicos e Liturgias

CATEQUISTA:

- explicitador da mensagem, mas sempre muito fiel às fontes da revelação e
da liturgia

- educador respeitoso, atento aos ensinamentos reais e das concretas capacidades dos educandos

- usa mais a psicologia e já torna a catequese mais atraente

CATEQUIZANDO:

- não é somente um recitador de conceitos e fórmulas, mas participa

- respeitam-se seus interesses, gostos, carismas, inclinações pessoais

- mas, quanto ao conteúdo, permanece passivo

MÉTODO:

- indutivo, sensível ao mundo concreto

- método psicológico, porém rígido, esquemático, previsto

- acento reçai sobre a criança e suas exigências

- parte do concreto para o abstrato

- usa recursos bíblicos, litúrgicos

- aplicado à vida e com síntese



 
 
xm732