Adoração diante o Santíssimo Sacramento
 
Hora Santa – Para crianças, jovens ou adultos
Enviado por: Ester Amstalden

 
Confira a lista com os outros modelos de Hora Santa
 
Para enviar essa peça de teatro automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
 
Gostou dessa Hora Santa? Salve em formato word.
 
Confira a lista com os outros modelos de Hora Santa
 
 

ACOLHIDA – Irmãos e irmãs, somos convidados a estar com
Jesus no Santíssimo Sacramento, para louvar, agradecer,
bendizer e adorar ao Deus da vida. Durante esta hora,
vamos abrir-Lhe o nosso coração, meditar Sua Palavra
e alimentarmos do seu amor. No Monte das Oliveiras,
Jesus disse aos seus discípulos: "Minha alma está numa
tristeza mortal, ficai aqui e vigiai comigo (Mt 26, 38)".
Podemos dizer, então: Aqui estamos Senhor, contigo
ficaremos e vigiaremos. Que o Espírito Santo nos encha com a sua luz e acenda em
nossos corações a chama de seu divino amor.

CANTO DE ABERTURA

Tu anseias, eu bem sei, por salvação
Tens desejo de banir, a escuridão
Abre, pois, de par em par, teu coração
E deixa a luz do céu entrar.

Deixa a luz do céu, entrar ( 2x)
Abre bem as portas do teu coração
E deixa a luz do céu, entrar.

Cristo, a luz, do céu em ti, quer habitar
Para as trevas do pecado, dissipar,
Teu caminho e coração, iluminar,
E deixa a luz do céu, entrar.

DIRIGENTE - Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Rezemos todos juntos a nossa oração da manhã:

TODOS – Senhor, neste dia quero aprender a amar como Tu amas e compreender como Tu compreendes. Ensina-me a respeitar e aceitar os outros; ter paciência, bondade, mansidão e prudência. Que eu veja somente o bem em cada um dos meus irmãos. Transforma o meu coração para que eu leve a paz, a alegria, o consolo, a esperança e o amor aos que se aproximarem de mim. Cubra-me com Tua graça e que eu jamais Te ofenda e possa Te revelar a todos. Amém.

DIRIGENTE – Ó Deus do amor e da acolhida, obrigado por este encontro. Ajudai-nos a tornar-nos pessoas capazes de amar . Reconheçamos ser pecadores e invoquemos a misericórdia do Pai.

LEITOR 1 – Senhor, nem sempre escolhemos o dom da vida. Somos vencidos pelas tentações e pecados contra o Criador e a sua criação, pelo excesso de consumismo, egoísmo e orgulho dominador. Confiantes na vossa misericórdia, rezemos:

TODOS – Perdão, Senhor, porque não colocamos o amor em primeiro lugar.
LEITOR 1 – Pelas vezes que não preservamos nossa língua do mal e de nossos lábios saíram palavras mentirosas que machucaram a vida de nossos irmãos, rezemos:

TODOS – Perdão, Senhor, porque não colocamos o amor em primeiro lugar.

LEITOR 1 – Pelas vezes que nossos olhos não se voltaram ao justo e nossos ouvidos não atenderam ao grito do necessitado, rezemos:

TODOS – Perdão, Senhor, porque muitas vezes valorizamos mais o dinheiro deixando de lado o valor da pessoa humana.

LEITOR 1 – Senhor Deus, que se mostra tão bondoso para com vossos filhos e filhas que se reconhecem pecadores, libertai-nos de nossos pecados para que possamos, de coração puro, celebrar a vossa ressurreição.

TODOS – Dai-nos a graça de cantar vossos louvores de modo que eles vos sejam agradáveis e possam, assim, por vossa graça, reparar o mal que praticamos.

LEITOR 1 – Infelizmente nossas faltas nos levam a inverter a ordem dos valores. O que é instrumento se torna finalidade e acabamos valorizando mais os bens materiais do que as pessoas, do que o amor ao próximo, e, em consequência, o Deus de Amor. Que o Senhor da esperança nos envie o Espírito Santo para criar em nós um coração novo capaz de amar como Jesus amou.

TODOS – Que todos os movimentos do nosso coração sejam um testemunho do nosso amor a Jesus e digam sem cessar: "Sim, Senhor Jesus, nós vos adoramos, e aceitai o pouco bem que praticamos em reparação ao mal cometido, para que vos louvemos por todo o tempo e por toda a eternidade. Amém".

O MEU CORAÇÃO

O meu coração, tem sede de amar.
Venho ao teu encontro, ansioso em te adorar. (bis)

Meu Deus, eu creio e adoro, espero e te amo
Por aqueles, que não te amam.
O céu se faz presente aqui e olhas para mim
Porque me amas, sem igual.

DIRIGENTE – Façamos um pequeno silêncio e pensemos se estamos sendo capazes de amar a Deus mais do que aos bens materiais.

DIRIGENTE – Contemplando este Deus Pai amoroso que compreende, ama e perdoa, vamos acolher uma vez mais a parábola do pai bondoso e seus dois filhos.

LEITOR 2 – "Um homem tinha dois filhos. O mais novo pediu ao pai a parte da herança que lhe cabia. O pai dividiu, então, os bens entre eles. Dias depois, o filho mais novo juntou o que era seu e partiu para um lugar distante e ali gastou tudo numa vida desenfreada. Quando tinha esbanjado tudo o que possuía, chegou uma grande fome naquela região, e ele começou a passar necessidade. Arrependido, resolveu voltar para casa. Seu pai o recebeu com grande festa. O filho mais velho estava no campo e ao voltar para casa, ouviu música e barulho de dança. Perguntou ao criado o que estava acontecendo e este respondeu que seu irmão havia voltado e seu pai o recebeu com festa. Ele ficou revoltado e não queria entrar em casa. Seu pai foi ao seu encontro e disse-lhe: "Filho, o que é meu é teu; convinha fazermos festa, pois teu irmão estava morto e reviveu, tinha-se perdido e foi achado". Palavra da Salvação.

TODOS – Senhor, Jesus, queremos te pedir: ajuda-nos a viver este amor incondicional que rejeita a ambição, o egoísmo e a prepotência. Que as pessoas descubram a alegria de repartir e amar como Jesus amou.

TUDO É DO PAI

Eu pensei que podia viver, por mim mesmo
Eu pensei que as coisas do mundo
Não iriam me derrubar
O orgulho tomou conta do meu ser
E o pecado devastou o meu viver

Fui embora, disse: ó pai, da-me o que é meu!
Da-me a parte que me cabe da herança
Fui pro mundo
Gastei tudo
Me restou só o pecado
Hoje sei que nada é meu
Tudo é do pai

(refrão)
Tudo é do pai
Toda honra e toda glória
É dele a vitória
Alcançada em minha vida
Tudo é do pai
Se sou fraco e pecador
Bem mais forte é o meu senhor
Que me cura por amor(bis)

DIRIGENTE – O amor de Jesus é mesmo sem limite: para ele, vale a pena dar a própria vida pelas pessoas que se ama. E foi o que Ele fez. Vamos relembrar um pouco sobre os últimos dias de Jesus, antes da sua morte.

LEITOR 3 – Jesus não era aceito pelas pessoas do seu tempo. Suas idéias não eram do interesse de muitos, porque ele estava do lado dos pobres, dos injustiçados e dos pecadores.
TODOS – Por isso os poderosos decidiram que ele não podia viver no meio do povo e resolveram matá-lo.

LEITOR 3 – No Horto das Oliveiras, na quinta-feira, pensando em sua amarga Paixão e morte, Jesus derramou suor de sangue. Depois foi preso,
maltratado e coroado de espinhos. Sentiu náuseas e calafrios pelo
sangue perdido e pelas dores.

TODOS – Meu Jesus, por essa coroa de longos espinhos que
transpassaram a Vossa Santa face, tende compaixão das pessoas
que sofrem abandonadas pela família e pela sociedade.

LEITOR 3 – A noite foi longa, marcada pelo sofrimento, fome, sede e abandono. Ao amanhecer, colocaram uma pesada cruz em seus ombros e o fizeram caminhar pelas ruas até o monte Calvário.

TODOS – Jesus, mesmo sendo Deus, assumiu a forma de escravo e
tornou-se igual ao ser humano. Como homem, humilhou-se e tornou-se
obediente até a morte, e, morte de cruz.

LEITOR 3 – Nesse grande momento de aflição por que Jesus passava, sua querida mãezinha foi ao seu encontro para lhe dar a única coisa que podia: o seu amor. Ela via o sofrimento de seu Filho e nada podia fazer. Meditemos sobre os momentos martirizantes que ela viveu, desde o nascimento de Jesus até sua morte.

DIRIGENTE – Mesmo estando na Graça de Deus, Maria não deixou de passar por provações, dificuldades e dores.
A primeira dor de Maria foi ouvir o velho Simeão lhe apresentar uma espada de dor que iria lhe acompanhar por toda a vida. Por essa dor, rezemos: Ave-Maria...

DIRIGENTE - A segunda dor foi ter que fugir para o Egito com José e o Menino Jesus para se livrar da perseguição de Herodes. Por essa dor, rezemos: Ave-Maria...

DIRIGENTE – A terceira, foi a perda de Jesus em Jerusalém, aos doze anos. Após três dias de aflição, ela encontra seu Filho no Templo ensinando os doutores da Lei. Por essa dor, rezemos: Ave-Maria...

DIRIGENTE – Na quarta dor, Maria viveu os tormentos da Paixão de seu Filho no caminho do Calvário. Ela vê o sofrimento de Jesus ensangüentado, esbofeteado, escarrado, coroado de espinhos e flagelado. Que mãe poderia agüentar tamanha dor? Por tão grande aflição, rezemos: Ave-Maria...

DIRIGENTE – Maria viu seu Filho ser crucificado, viu o sangue jorrar de suas mãos e pés e a cruz ser levantada. Nesta quinta dor, Ela participou da agonia indescritível de seu amado Filho, até a morte. Foi o golpe mais cruel e mais profundo da espada predita por Simeão. Maria assistiu a toda malvadeza humana contra Jesus. Por tamanha dor, rezemos: Ave-Maria...
DIRIGENTE – Na sexta dor, Maria recebe em seus braços o filho já sem vida, que foi descido da cruz por Nicodemos e José de Arimatéia. Foi o preço do perdão e da salvação que Maria contemplava agora em seus braços. Por essa dor, rezemos: Ave-Maria...

DIRIGENTE – A sétima dor foi a solidão da Mãe que deixou no túmulo o seu Filho amado. Maria, como Jesus, bebeu até a última gota do cálice e repetia com Jesus: "Pai, perdoai-lhes porque não sabem o que fazem". Rezemos por essa dor: Ave-Maria...

TODOS – Quantas mães hoje estão preocupadas com a vida de seus filhos assinaladas pela droga, violência e miséria! Queremos neste momento entregar nas mãos de Jesus, todas as mães sofridas, cuja vida dos filhos enche-lhes o coração de tristeza e dor.

CANTO – MARIA DE JESUS CRISTO

Maria santa de Jesus
Maria pura de José
Que eu vi chorando ao pé da cruz
Que eu vi sorrindo em Nazaré
Nossa Senhora a gente diz
Senhora e mãe de todos nós
Pensando em ti fico feliz, no teu amor roga por nós

Também como em Belém nasci em teu regaço
E passo a passo caminhei com teu Jesus
Eu caminhei também, sorrindo e a chorar
Mas vou levar com teu Jesus a minha cruz

Ave Maria, Maria, Maria, Maria....

Maria meiga de Belém, em quem a graça repousou
Maior ternura ninguém tem
Deus nosso Pai te abençoou
Mãe do Senhor a gente diz e tem coragem de sonhar
Que o mundo vai ser mais feliz sabendo amar e perdoar

E como em Nazaré, vivendo com Jesus e com José
Teu coração só teve amor
Aumenta a nossa fé, no filho que é teu Deus
E faz de nós o povo santo do Senhor.

LEITOR 1 – Chegando ao Calvário, os soldados tiraram tudo o que restava a Jesus, inclusive a túnica que foi tecida por sua Mãe.

TODOS – Para muitas pessoas, a sociedade tirou-lhes tudo: os sonhos, a liberdade e a dignidade. Tornaram-se totalmente manipuladas e dependentes dos outros.

LEITOR 1 – Com fortes marteladas, cravos foram atravessados na carne dos punhos de Jesus para ficarem presos na madeira da cruz. Depois de transpassarem suas mãos e seus pés, Ele foi elevado entre o céu e a terra para atrair os olhares de todos.
TODOS – Hoje, muitas pessoas são pregadas em suas cruzes. São cruzes como a fome, o abandono, o frio, a doença, a ignorância, o desprezo e a violência. Por diversas razões, na maioria das vezes, não nos deixamos mover pelo amor e não caminhamos ao encontro delas.

LEITOR 1 – As três horas da tarde Jesus entrega seu Espírito. A cruz, que era instrumento de condenação, agora é símbolo de salvação, de vida, libertação e vitória.

TODOS – Jesus, você derramou seu sangue na cruz para nos dar uma vida nova. Seu amor supera todos os obstáculos e nem a morte pode destruí-lo. Olha para nós com seu olhar misericordioso para que reconheçamos o seu amor.

Canto –OLHA PRA MIM

O teu manto vim tocar, Tua bênção vim buscar;
Eu te peço, Deus de Amor, olha pra mim.
Minha vida vim te dar, os meus sonhos te entregar;
E eu te peço meu Jesus, olha pra mim.

Olha pra mim, bem nos meus olhos,
Olha aqui dentro do meu coração.
Chega mais perto de mim, meu Salvador,
Estou aqui pra mergulhar no teu amor.

Tenho tempo pra ficar, sei que aqui é meu lugar;
Eu te peço Deus de amor, olha pra mim.
Tenho tanto pra contar, e o Senhor pra me escutar
E eu te peço meu Jesus, olha pra mim.

Vim aqui pra Te adorar, hoje eu quero Te louvar
Porque creio, Deus de Amor, olhas pra mim.
Teu poder vai me curar, Tua força me animar,
Eu te peço meu Jesus, olha pra mim.

LEITOR 1 – O amor venceu. A vida venceu a morte. Jesus ressuscitou verdadeiramente e está no meio de nós. Porque Ele vive, essa ressurreição deverá acontecer diariamente em nossa vida.

TODOS – Abre-nos o vosso Sagrado Coração, ó Jesus. Mostra-nos os teus encantos e nos una a Ele para sempre. Cria em nós um coração novo e novo espírito, para vivermos um relacionamento de profundo amor com Deus e com todas as pessoas que passam pelo nosso caminho.

LEITOR 1 – O amor que Cristo nos ensina é aquele dedicado ao irmão, sem interesse, sem esperar receber nada em troca e que procura promover a pessoa do outro. A lição que Jesus nos traz na sua cruz, não é um sentimento, mas é uma grande força de vida, de dignidade e de esperança.

TODOS – Se vivermos no seu amor e no amor ao próximo, estaremos no melhor caminho para o nosso bem, realização e felicidade. Queremos, então, viver numa profunda amizade com Deus para termos a sabedoria, que procede de seus ensinamentos, para levar-nos à santidade na vida cristã de cada dia.

LEITOR 1 – Rezemos para que o Senhor nos dê um coração fraterno e uma atitude generosa para ajudar, acolher e amar o próximo como Ele nos ensinou:

TODOS – Pai nosso...

DIRIGENTE – Diversos são os caminhos que nos levam a Deus, mas, o melhor para se obter dele qualquer graça, é a oração, principalmente a oração de agradecimento. A oração de agradecimento é a chave que abre os tesouros divinos. Por isso, vamos agradecer a Ele, por sua grande bondade:

CRIANÇA 1 – Pelo dom precioso da vida, obra da criação de Deus, rezemos:

TODOS – Obrigado, Senhor!

CRIANÇA 2 – Pelos nossos pais, que se doam com amor pelo nosso bem-estar, pelas famílias e pelos nossos amigos, rezemos:

CRIANÇA 3 – Pela nossa catequese, pelas catequistas e pela comunidade que nos acolhe, rezemos...

CRIANÇA 4 – Por toda a natureza, pelos mares, rios e oceanos, presentes de Deus para a humanidade, rezemos...

DIRIGENTE – Jesus, morrendo na cruz, nos trouxe a vida. Seu sangue nos purifica e a sua ressurreição nos aumenta a esperança. Não podemos ficar indiferentes a tanto sofrimento que Jesus passou, e tudo por amor. Vamos, agora, olhar profundamente para a cruz de Jesus. Ela não é um sinal de derrota, mas, de vitória. Ele está aqui, presente na Eucaristia, vivo e ressuscitado. (reflexão)

CANTO – NOITES TRAIÇOEIRAS

Jesus está aqui neste momento
Sua presença é real em meu viver
Entregue sua vida, seus problemas.
Fale com Deus. Ele vai ajudar você.
Deus te trouxe aqui
Para aliviar os teus sofrimentos;
É Ele o autor da fé,
Do princípio ao fim de todos teus tormentos.

E ainda se vier noites traiçoeiras
Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo.
O mundo pode até fazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo ( bis )

Seja qual for o seu problema
Fale com Deus, Ele vai ajudar você.
Após a dor vem a alegria
Deus é amor, não te deixará sofrer.

TODOS – Senhor, sabemos que compreendes o que sentimos, porque conheces o nosso coração e nossos sentimentos. Te agradecemos porque o Senhor se humilhou, tornou-se humano e morreu na cruz por nossos pecados. Mas, ao ressuscitar, venceu a morte e nos deu vida nova, restaurando em nós a beleza divina que havíamos perdido. Por isso, te pedimos, Jesus: abençoe nossa vida, nossa família, nossa catequese e nosso trabalho. Acalma nosso coração e nos dê a sua paz. Sabemos que esse é um momento especial, então, pedimos especialmente (faça seu pedido). Pedimos com fé, porque o Senhor mesmo disse: "Pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja perfeita"(Jo16,4).
Diante das dificuldades enfrentadas em nosso dia-a-dia, queremos dizer como Santa Teresa: "NADA TE PERTURBE, NADA TE ESPANTE, TUDO PASSA. DEUS NÃO MUDA. A PACIÊNCIA TUDO ALCANÇA. QUEM A DEUS TEM, NADA FALTARÁ. SÓ DEUS BASTA".

QUÃO GRANDE ÉS TU

Senhor meu Deus, quando eu, maravilhado
Fico a pensar nas obras de Tuas mãos
No céu azul de estrelas pontilhado
O Teu poder, mostrando a criação

Então minh'alma canta a Ti, Senhor
Quão grande és Tu! Quão grande és Tu!

Quando eu medito em seu amor tão grande
Teu filho dando ao mundo pra salvar
Na cruz vertendo o seu precioso sangue
Minh'alma pode assim purificar

E quando em fim Jesus vier em glória
Ao lar celeste então nos transportar
Te adorarei prostrado e para sempre
Quão grande és Tu! Meu Deus hei de cantar.




 
 
xm732