Adoração diante o Santíssimo Sacramento
 
Hora Santa – Catequese e Crisma
Enviado por: Fabiana Cavalcante

 
Confira a lista com os outros modelos de Hora Santa
 
Para enviar essa peça de teatro automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar esse artigo para todos seus amigos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
 
Gostou dessa Hora Santa? Salve em formato word.
 
Confira a lista com os outros modelos de Hora Santa
 
 

Componentes: Dirigente, Catequista 1 e 2, Leitor 1 a 8 e um proclamador

Abertura

(Sentados)
Dirigente – Neste momento diante de Jesus sacramentado, presente na Eucaristia, reconhecemos a bondade de nosso Deus, que pelo seu imenso amor, entregou seu único Filho a morte de cruz para nos salvar.

Todos – Jesus Sacramentado, Nosso Deus Amado.

Dirigente - Recordamos as palavras de Jesus Cristo: " Minha alma está numa tristeza mortal, ficai aqui e vigiai" e nós responderemos:

Todos – Estamos aqui Senhor e contigo ficaremos e vigiaremos

Catequista 1 - Estamos aqui, Senhor, para te adorar, te bendizer e te louvar por este ato de amor. Estamos aqui em nome da Santíssima Trindade,

(em pé) – Canto - Invocação a Santíssima Trindade -Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui ...

Catequista 2 - E para que este tempo que passaremos vigiando junto com Jesus se realemnte especial, vamos pedir a luz do espírito Santo, que inspirará nossas palavras, orações e ações. Cantemos:

Canto – Vem, vem Espírito Santo, transforma minha vida, eu quero renascer

Dirigente - A adoração é um ato de amor, de respeito, de obediência, de submissão absoluta. Fiquemos de joelho e reconheçamos que tudo o que temos e o que existe é por causa de Deus.

Glória e louvores sejam dados a todo momento
Ao Santíssimo e Digníssimo Sacramento

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo
Como era no principio, agora e sempre. Amém
(Pequeno momento de silêncio)

(Sentados)
Catequista 1 - Senhor, tu nos conhece e sabe de que barro somos feitos

Catequista 2 - Senhor, Tu nos sondas, conhece nossas vidas e nossos corações.

Dirigente - Abaixemos nossas cabeças e peçamos perdão: (pausa)

Leitor 1 - Pela falta de amor, compreensão e paciência. Como é difícil, Senhor, amar ao próximo como a nós mesmos. Como é difícil, Senhor, amar a nossos inimigos. Como é difícil, Senhor, fazer o bem sem querer nada em troca ...

Todos - Queremos ser misericordiosos e bondosos como é o nosso Pai que está no Céu

Leitor 2 - Perdão porque tiveste fome e não te demos de comer, tiveste sede e não te demos de beber, estavas nu e não te demos algo para vestir, estava doente e preso e não te fomos visitar.

Todos - Queremos ser misericordiosos e bondosos como é o nosso Pai que está no Céu
Canto Penitencial –Senhor tende piedade de nós, pelo bem que eu não fiz, pela paz que eu não quis. Piedade. Pelo irmão que eu matei, pelo pobre que eu julguei piedade!

Dirigente - Hoje recordamos o dia da entrega de Jesus, dia em que Ele se entregou por amor a cada um de nós. Hoje devemos parar e olhar para a cruz, pois essa é a grande prova de amor.

Proclamação - Lucas 23,33-47 (Proclamação em pé, o restante sentado)

Chegados que foram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram, como também os ladrões, um à direita e outro à esquerda.
E Jesus dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. Eles dividiram as suas vestes e as sortearam.
A multidão conservava-se lá e observava. Os príncipes dos sacerdotes escarneciam de Jesus, dizendo: Salvou a outros, que se salve a si próprio, se é o Cristo, o escolhido de Deus!
Do mesmo modo zombavam dele os soldados. Aproximavam-se dele, ofereciam-lhe vinagre e diziam:
Se és o rei dos judeus, salva-te a ti mesmo.
Por cima de sua cabeça pendia esta inscrição: Este é o rei dos judeus.
Um dos malfeitores, ali crucificados, blasfemava contra ele: Se és o Cristo, salva-te a ti mesmo e salva-nos a nós!
Mas o outro o repreendeu: Nem sequer temes a Deus, tu que sofres no mesmo suplício?
Para nós isto é justo: recebemos o que mereceram os nossos crimes, mas este não fez mal algum.
E acrescentou: Jesus, lembra-te de mim, quando tiveres entrado no teu Reino!
Jesus respondeu-lhe: Em verdade te digo: hoje estarás comigo no paraíso.
Era quase à hora sexta e em toda a terra houve trevas até a hora nona.
Escureceu-se o sol e o véu do templo rasgou-se pelo meio.
Jesus deu então um grande brado e disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, dizendo isso, expirou.
Vendo o centurião o que acontecia, deu glória a Deus e disse: Na verdade, este homem era um justo.

Palavra da Salvação

Todos – Glória a Vós, Senhor.

Catequista 1 – Eles não sabem o que fazem. Jesus podia salvar a si mesmo, mas pela sua morte deu a salvação a todos.

Todos – Jesus, lembra-te de mim, quando tiveres entrado no teu Reino!

Catequista 2 – Jesus é crucificado como criminoso. Pede perdão por todos aqueles que levaram a este destino, por não saberem que Jesus é portador da Salvação.

Todos – Jesus, lembra-te de mim, quando tiveres entrado no teu Reino!

Leitor 3 - Jesus nós somos como aquele ladrão que pediu: " Lembra – te de mim ...". Nós te pedimos, lembra-te de nós e Você nos responde:

Todos - Estarás comigo no paraíso.
Canto – Ninguém te ama como eu

Dirigente - A campanha da Fraternidade de 2009 trouxe como tema: Fraternidade e segurança pública. Justiça é fruto da paz. Jesus sofreu em seu corpo as marcas da violência humana, sofreu também todas as mesmas angustias e dores que nós sofremos. E tem total autoridade de dizer: Vinde a mim vós todos que estais cansados e aflitos que eu vos aliviarei. Com esta certeza, peçamos:

Leitor 4 - Senhor nos proteja da falta de segurança pública, da criminalidade, dos assaltos, assassinatos, das drogas ...

Todos – Vem Senhor, vem em nosso auxílio.

Leitor 5 - Pelo desemprego, pelo pai e mãe de família que se encontram desesperados pela falta de dinheiro.

Todos – Vem Senhor, vem em nosso auxílio.

Leitor 6 - Pelo fim da violência, fim das guerras, da fome, do trabalho escravo, corrupção, impunidade, falta de ética e tantas outras formas de dominação e exploração

Todos – Vem Senhor, vem em nosso auxílio.

Leitor 7 – Por aqueles que sua vida e seus direitos desrespeitados. Crianças, pobres, mendigos, idosos...

Todos – Vem Senhor, vem em nosso auxílio.

Leitor 8 - Por aqueles que estão doentes e compartilham as dores do Cristo Crucificado.

Todos – Vem Senhor, vem em nosso auxílio.

(preces espontâneas)

Dirigente – Lembremo-nos também de Maria, a Mãe dolorosa, que acompanhou seu Filho em todas as horas difíceis e ficou de diante da cruz.

Todos – Maria, Mãe de Deus, rogai por nós

Catequista 1 - Cristo nos revelou o Pai e nos presenteou com uma Mãe

Todos – Ave-Maria, cheia de graça ... (em pé)

Catequista 2 – Rezemos também um Pai-Nosso pedindo a benção de Deus sobre as famílias do mundo todo.

Todos – Pai-nosso ...

Dirigente - Chegamos ao fim desta Hora Santa. Que paz de Deus esteja em nossos corações.
Canto Final (Canto de Paz) - Tenha a paz de Deus irmão, tenha a paz consigo com seus amigos e seus irmãos

Dirigente - Juntos peçamos a benção de Nosso Senhor sobre nós
Todos – O Senhor nos abençoe e nos guarde
Ilumine seu Rosto sobre nós e tenha piedade de nós
Mostre-nos o seu Rosto e nos conceda a paz
O Senhor nos abençoe: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém



 
 
xm732