Contos e reflexões

O padroeiro dos coroinhas

Nos primeiros séculos do cristianismo, os cristãos eram cruelmente perseguidos, presos e mortos, pelo único motivo de professar a fé católica. A perseguição se tornou tão intensa que os cristãos passaram a fazer suas celebrações em locais subterrâneos, nas catacumbas.

Um dia, numa dessas celebrações, chegou um recado dos cristãos presos, dizendo que queriam comungar, a fim de ter forças para resistir ao martírio, previsto para dali a poucos dias.

O bispo perguntou quem tinha coragem de levar lá na cadeia a Eucaristia. Um menino, que estava se preparando para a primeira Comunhão, disse: “Eu levo”.

O bispo colocou então as hóstias consagradas numa pícside e deu ao garoto. Este a escondeu debaixo da sua jaqueta e ficou segurando.

Ao atravessar uma praça, um grupo de moleques o convidaram para brincar. Ele respondeu que logo voltaria e continuou caminhando. Os moleques não gostaram da recusa e começaram a atirar pedras nele. Quando o menino caiu ensanguentado, correram todos, como fazem os covardes.

Minutos depois, um soldado cristão, ao passar por ali, o conheceu. Pegou-o nos braços e o levou até a catacumba, onde os cristãos ainda estavam reunidos. O bispo pegou uma das Hóstia que ele trazia e lhe deu, dizendo: “Filho, você vai fazer agora a sua Primeira Comunhão!”

O menino comungou ainda consciente. Minutos depois morreu, com um sorriso nos lábios.

Esse menino é S. Tarcísio, chamado o padroeiro dos coroinhas. O fato aconteceu dia 15 de agosto do ano 258.

Na verdade, não há muita diferença entre S. Tarcísio e os cristãos e cristãs que comungam, em todos os tempos e lugares. Porque todos, de uma forma ou de outra, doam a sua vida pelo próximo, a exemplo de Jesus.

A Eucaristia é um alimento forte, tão forte que transforma a pessoa que o recebe. Qualquer alimento que recebemos, nós o transformamos em nós. Mas com o Corpo de Cristo acontece o contrário, nós é que nos transformamos nele.

Que Deus, pela intercessão de Maria Santíssima, nos dê duas graças: Que amemos mais a Eucaristia e que promovamos a vocação sacerdotal, pois sem padre não há Eucaristia.

Adaptação: Pe. Queiroz
www.a12.com
 
Para enviar o recado automaticamente no FACEBOOK, clique no botão abaixo:
Você tem muitos amigos e envia e-mails para todos? Então você pode enviar essa mensagem para todos de uma única vez, basta copiar a url abaixo e colar em seu e-mail.
Para enviar manualmente, copie CTRL C o código acima e cole CTRL V no mural ou mensagens de e-mails dos seus amigos:
 
LEIA AS OUTRAS MENSAGENS
Aprenda como enviar nossas mensagens:
Compartilhando no mural do facebook
Para publicar essas mensagens no seu mural do facebook com todos os amigos. Clique no link acima e saiba como.
 
Compartilhando no mural de um amigo.
Gostaria de enviar essas mensagens apenas para um amigo, o que eu faço?. Clique no link acima e saiba como.
 
Enviar por email
Quero enviar as mensagens por email. Clique no link acima e saiba como.
 
Voltar ao índice dos contos e reflexões
 
 
 
 
 
xm732